Espécies em Extinção

10 animais em extinção no Brasil

Compartilhe:     |  16 de agosto de 2020

10 animais em extinção no Brasil

Considerado um dos países com maior diversidade do mundo, o Brasil tem em seu território a presença de alguns animais em extinção, isso se dá por diversos fatores, podendo ser a perda total do habitat, tráfico e espécies exóticas invasoras.

O Ministério do Meio Ambiente do Brasil estima a existência de 1.173 espécies da fauna brasileira em extinção. Confira agora 10 animais em extinção do Brasil.

10° Ararajuba

A Ararajuba (Guaruba guarouba) conhecida também como Guaruba, é uma ave nas cores verde e amarelo, que existe só na Amazônia. Por causa do tráfico e o desmatamento, sofre com a possibilidade de extinção.

Em consequência do pouco que se sabe sobre os hábitos da Ararajuba, a sua conservação é dificultada.

9° Ariranha

A Ariranha (Pteronura brasiliensis), também conhecido como lontra gigante ou lobo do rio pode ser encontrada no Pantanal e Amazônia. A pesca predatória, caça ilegal e poluição dos rios são as maiores ameaças de extinção da espécie.

8° Boto cor-de-rosa

O boto-cor-de-rosa (Inia geoffrensis), é um personagem presente no folclore brasileiro e também considerado o maior golfinho de água doce do mundo. Pesquisadores prevêem uma redução de 50% da espécie nos próximos 30 anos, sendo assim, considerada uma espécie em extinção.

7° Gato-Maracajá

O gato-maracajá (Leopardus wiedii) é encontrado na Amazônia, Pampa, Cerrado, Pantanal e Mata Atlântica. Esse animal foi considerado em extinção por causa de décadas com a caça para venda da sua pele.

Atualmente, o desmatamento é o maior problema enfrentado pela espécie, nesse sentido, sem seu habitat natural, as chances de chegar extinção são maiores.

6° Tartaruga-de-couro

A tartaruga-de-couro (Dermochelys coriacea) está na lista de criticamente em perigo de ser extinta, os motivos são pela captura de ovos, matança das fêmeas e a captura acidental de adultos em redes de pesca.

5° Jararaca-Ilhôa

Presente apenas na Ilha da Queimada Grande, entre os municípios de Itanhaém e Peruíbe, a jararaca-ilhôa (Bothrops insularis) está na lista devido à caça ilegal de animais adultos para serem comercializados no mercado clandestino como exótico.

4° Lobo-Guará

O Lobo-Guará (Chrysocyon brachyurus) é encontrado no Cerrado, no Pantanal e nos Pampas. Contudo, enfrenta problemas  pelo desmatamento do seu habitat, o levando para a lista de de animais ameaçados de extinção no Brasil, logo, considerado o maior mamífero canídeo nativo da América do Sul.

3° Mico-leão-dourado

O mico-leão-dourado (Leontopithecus rosalia) atualmente habita a Mata Atlântica no Rio de Janeiro. Sua espécie foi quase toda extinta porque sofreu décadas de tráfico de animais e desmatamento.

Atualmente, existem unidades de apoio a conservação da espécie, o que tende a melhorar a situação, mas ainda assim, crítica.

2° Onça-Pintada

A onça-pintada (Panthera onca) é considerada o maior felino das Américas, já extinta no bioma do Pampa, ela pode ser encontrada nos restantes.

Sua pele tem grande valor no mercado mundial e o fazendeiros fazem a sua caça, para proteger os rebanhos, sofrendo também com a destruição do seu habitat. A junção de todos esses fatores resultam na ameaça a extinção.

1° Arararinha-azul

A ararinha-azul (Cyanopsitta spixii) teve o último indivíduo livre conhecido em outubro de 2000. De lá para cá, a sua preservação é assistida por organizações de preservação da fauna e flora brasileira.

Devido a procriação, os animais dessa espécie devem ser soltos na natureza até 2021.



Fonte: Diário do Estado



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

“Comida de humanos” pode até matar os pets! Veja os riscos dessa prática

Leia Mais