Notícias

6 árvores por mês é o que precisamos plantar para compensar emissões

Compartilhe:     |  24 de janeiro de 2020

No dia 26 de janeiro comemora-se o Dia Mundial da Educação Ambiental, uma data comemorativa instituída em 1975 pelas Nações Unidas para aumentar a conscientização sobre a necessidade de proteger o meio ambiente.

Após 45 anos, os efeitos das mudanças climáticas continuam sendo vistos diariamente na mídia. Uma das maneiras mais simples, econômicas e eficientes de se envolver e combater as mudanças climáticas é plantar uma árvore. E graças a plataformas de reflorestamento, como a Tree-Nation, que já plantou mais de 50 mil árvores desde 1º de janeiro de 2020, pessoas e empresas podem plantar suas próprias árvores sem precisar sujar as mãos de terra.

As árvores desempenham uma dupla função essencial para a vida na Terra. Juntamente com os oceanos, elas são um dos principais mecanismos de captura de carbono do planeta: especialmente durante a fase de crescimento, as árvores absorvem dióxido de carbono (CO2) da atmosfera e o armazenam. Por outro lado, as árvores também produzem oxigênio, essencial para a respiração. Inclusive, plantas e algas são responsáveis por tornar a superfície do nosso planeta habitável. Se a taxa atual de desmatamento de florestas e degradação de mares e oceanos for mantida, é muito possível que a Terra não seja mais o lar das gerações futuras.

O CO2 é neutralizado com 6 árvores

Em média, cada pessoa produz cerca de 6 toneladas de CO2, embora haja grandes diferenças entre os países. Na Europa, por exemplo, o valor per capita é de pouco mais de 9 toneladas de CO2 por ano, segundo o Eurostat, enquanto na maioria dos países em desenvolvimento a média é reduzida para duas toneladas. Essas emissões são principalmente de transporte, indústria, geração de energia e outras atividades.

Conforme observado na última Conferência das Nações Unidas (COP25) sobre Mudança Climática, realizada em Madri, os países não concordam em como limitar as emissões desses gases de efeito estufa. A boa notícia é que todos nós podemos ajudar a controlar as mudanças climáticas com uma ação tão simples quanto plantar árvores. Apenas o plantio de seis árvores por mês é suficiente para compensar as emissões de CO2 que produzimos, levando em consideração a média anual global de cerca de 6 toneladas de CO2 por pessoa. Existem várias maneiras de se tornar plantador. No entanto, mostra-se que os projetos de reflorestamento gerenciados por profissionais, em áreas protegidas e com espécies especialmente selecionadas, oferecem mais garantias. Nesse sentido, plataformas como a Tree-Nation permitem que as árvores sejam plantadas pela Internet.

Através da colaboração com entidades locais, a Tree-Nation gerencia mais de 190 projetos de plantações com 300 espécies em 33 países em 4 continentes, a maior oferta disponível até o momento. O processo de plantio on-line é tão simples que até as crianças podem fazê-lo sob a supervisão de um adulto. Além disso, uma vez concluída a plantação, você pode acessar o arquivo da árvore para saber a todo momento a quantidade de CO2 que está compensando, o projeto de reflorestamento do qual faz parte e sua localização geográfica, entre outros dados.

“No Dia Mundial da Educação Ambiental, todos devemos nos envolver e tomar medidas para combater as mudanças climáticas. Nesse sentido, plantar uma árvore colaborando com um dos projetos que gerenciamos de nossa plataforma é uma excelente maneira de conscientizar os jovens sobre a necessidade de proteger nossas florestas e minimizar o impacto de nossas emissões de CO2”, afirma Maxime Renaudin, fundador e diretor da Tree-Nation.

Mais de 130.000 indivíduos e quase 2.200 empresas já participaram de projetos de plantio de árvores da Tree-Nation. Cada usuário tem sua própria floresta virtual, que pode ser compartilhada com outros usuários para convidá-los a participar do projeto de reflorestamento. Também é possível plantar árvores para oferecê-las como presente com uma mensagem personalizada e as empresas podem acessar dados como a quantidade de árvores plantadas ou as emissões de CO2 compensadas pela inclusão em seus relatórios de responsabilidade social corporativa.



Fonte: CicloVivo



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Medicamentos e remédios caseiros: o que fazer e o que não fazer?

Leia Mais