Notícias

85% dos animais que ingeriram lixo nos oceanos estão sob ameaça de extinção

Compartilhe:     |  11 de janeiro de 2021

O levantamento descobriu ainda que 50% de todos os animais pesquisados ingeriram plástico

Um estudo realizado pela Oceana, entidade que elabora pesquisas sobre poluição marinha, concluiu que 85% dos animais que ingeriram lixo nos mares estão ameaçados de extinção. O levantamento descobriu ainda que 50% de todos os animais pesquisados ingeriram plástico.

“Esses números refletem apenas a fração de animais que foi necropsiada. Portanto, a quantidade de espécies e indivíduos sendo impactados pela ingestão de resíduos plásticos está criticamente subestimada”, afirma nota da instituição.

De acordo com a entidade, 1.496 répteis, 573 aves, 2.955 tartarugas marinhas e 197 mamíferos foram submetidos à necropsia. No artigo publicado pela associação para apresentar os resultados do estudo, foi divulgada a lista de objetos encontrados no organismo dos animais.

“Foram registradas sacolas, embalagens, tampas de caneta e de garrafa PET, botões, buchas de parafuso, pulseiras, canudos, lacres de alimentos embutidos, palitos, copos descartáveis e outros materiais descritos apenas como ‘plástico ou microplástico’”, diz o documento.

Dentre os animais envolvidos no estudo, duas espécies de mamíferos, duas de aves, e cinco de tartarugas marinhas foram listadas como ameaçadas de extinção.



Fonte: Anda



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Receitas de Biscoitos Saudáveis para Cachorros

Leia Mais