Notícias

A cidade que espera há 10 anos para mudar de lugar após contaminação

Compartilhe:     |  19 de agosto de 2018

Cerro de Pasco, no Peru, é, em sua essência, uma enorme mina a céu aberto – localizada a 4,3 mil metros de altitude.

Os níveis de metais pesados no solo e na água são extremamente altos e vem causando sérios problemas de saúde em seus moradores.

“Meu filho tem chumbo, arsênio, cádmio, mercúrio e todo tipo de minerais em seu sangue”, diz Irma Estrella, mãe de Jhan Estrella.

“Ele não consegue andar e movimentar o joelho, e seus nervos estão ficando paralisados.”

Ela conta que a poeira da mina entra nas casas pela janela e contamina a água, as frutas, recipientes e panelas.

“Então, estamos consumindo isso. Tudo em Pasco é contaminado pela mineração.”

Em 2008, o Congresso peruano aprovou uma lei para mudar a cidade inteira de lugar.

Os moradores ainda estão esperando por isso.

A filha de Marcos Castañeda, Sherli, de 11 anos, foi diagnosticada com leucemia.

“Foi da noite para o dia. Seu nariz passou a sangrar. Pensamos que era por causa de uma gripe ou de uma dor de cabeça”, conta Castañeda.

“Fomos na farmácia, compramos umas pastilhas e demos para ela. No dia seguinte, o sangramento voltou e não parou mais.”

O governo do Peru já decretou estado de emergência de saúde pública três vezes em Cerro de Pasco.

Mas não concorda que a causa seja a mineração.

A empresa peruana Volcan opera a mina da cidade.

Desde o ano passado, a gigante anglo-suíça Glencore é dona da maioria de suas ações.

Ela diz que a Volcan tem trabalhado com as principais partes interessadas e tomado, há décadas, as medidas necessárias para lidar com as questões ambientais na região.

Os moradores discordam. “Fico revoltada que meu filho esteja tão doente. Ele não é hoje uma criança saudável por causa da mineração”, diz Estrella.

“As empresas que atuam em Pasco lucram muito enquanto nós e nossas crianças temos problemas de saúde por causa de intoxicação por chumbo.”

Congresso do Peru já decretou estado de emergência três vezes, mas não reconhece culpa da mineração no local (Foto: BBC)

Congresso do Peru já decretou estado de emergência três vezes, mas não reconhece culpa da mineração no local (Foto: BBC)

Acesse o link e confira o vídeo:
https://www.bbc.com/portuguese/internacional-45213064

 



Fonte: BBC



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Lei que proíbe piercings e tatuagens em animais é sancionada no Distrito Federal

Leia Mais