Notícias

A importância do mulching para manter uma terra sempre fértil

Compartilhe:     |  6 de setembro de 2020

Quando pensamos em cultivar plantas, imaginamos que basta regar e adubar que tudo vai dar certo. Essa regra parece ser suficiente, porém, entre o solo e as plantas, precisa ser colocado um item importante para que a maioria dos cultivares possa prosperar – o mulching. E você deve estar se perguntando o que é esse tal de mulching. Calma que eu te explico: essa palavra vem do inglês e significa cobrir o solo com as palhas protetoras, compostas por matéria orgânica seca e de origem vegetal. A cobertura do solo traz tantos benefícios para as plantas que chega a surpreender a quantidade de pessoas que desconhecem seu uso.

O mulching é uma técnica muito utilizada na Permacultura, Agrofloresta e Agroecologia no manejo do solo de grandes propriedades. Essa técnica pode e deve ser utilizada em espaços menores; quintais, pomares, hortas e vasos em gerais. Existem algumas espécies que não apreciam essa cobertura: orquídeas e suculentas, por exemplo.

A natureza ensina

Pense em como é o chão de uma floresta. Lá, não existe ninguém para regar, adubar, revolver o solo…tudo está em equilíbrio, em perfeita harmonia. O próprio ecossistema dá conta de criar as condições perfeitas para as plantas que ali habitam. E graças à cobertura vegetal, o solo da floresta é fofo, drenado, rico em micro vida. Agora, faço aqui um contraponto: o solo do sertão. No sertão, a terra é seca, esturricada, sem vida, sem matéria orgânica; é um solo empobrecido, sem o mulching.

Confira mais sobre os benefícios dessa técnica ecológica

O que pode ser utilizado como mulching?

Para proteger o solo, a regra deve ser: usar material seco, de origem vegetal, em pedaços pequenos e que seja disponível em abundância perto da sua casa.

Até mesmo as plantas em vaso devem receber o mulching. Foto: Marilua Feitoza

Como e quanto cobrir o solo?

O solo deve estar totalmente coberto com palhada, seja em canteiros ou em vasos – com uma camada que pode variar entre 2 a 5 cm altura, isso vai depender da condição do solo e da estação do ano. No verão, a camada de mulching deve ser mais espessa, pois vai ajudar as plantas a não desidratarem com rapidez, o solo vai reter mais umidade, ou seja, menos regas. A cobertura ajudará ainda no controle das formigas cortadeiras (elas amam solo podre e descoberto), e vai proteger também o jardim das chuvas torrenciais.
Já nas estações mais frias do ano, você pode reduzir a espessura em canteiros e vasos, sobretudo nas regiões mais úmidas onde o jardim já fica mais propício a fungos, e assim, seu jardim não correr o risco de virar morada de lesma e caracóis.

Foto de Marilua Feitoza

O mulching usado de forma correta e aliado à adubação orgânica é capaz de fazer uma revolução no jardim! É garantia de plantas mais saudáveis e felizes. E por falar em nutrição do solo, a Raquel Patro e eu produzimos um e-book de Adubação Orgânica bem completo! Um material gratuito e recheado de ensinamentos maravilhosos para te ajudar no manejo natural do seu jardim. Ah…sabia que jardim bem nutrido e com o solo protegido é fundamental para evitar ataques de pragas e doenças nas plantas? Mas sobre esse assunto eu falarei num próximo artigo. Mas me conta. Seu jardim está mais para solo da floresta ou do sertão?



Fonte: Jardineiro



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

“Comida de humanos” pode até matar os pets! Veja os riscos dessa prática

Leia Mais