Pimentão

18-03-2006
{mosimage}Vamos saber um pouco mais sobre o pimentão, que é tão apreciado pela culinária Brasileira. Você sabia, que além de gostoso ele ainda tem propriedades naturais? Isso mesmo, ele faz bem à saúde.

Vamos conhecer um pouco mais sobre ele?

O pimentão é uma boa fonte de vitamina C, contendo ainda vitamina A e pequenas quantidades de Cálcio, Fósforo, Ferro e Sódio. A vitamina C dá resistência aos vasos sangüíneos, evita fragilidade dos ossos e má formação dos dentes e age contra infecções.

A vitamina A é importante para a vista, auxilia o crescimento e conserva a saúde da pele e das mucosas, evitando infecções. Os sais minerais contribuem para a formação de ossos e dentes, mantém o equilíbrio interno do organismo e o vigor do sistema nervoso.

Esse legume é excitante da digestão e constitui-se num bom remédio contra hemorróidas. Por todas as suas características é bom para a pele, unhas e cabelos.

O pimentão, para ser de boa qualidade, deve estar maduro, firme e apresentar forma regular. Nessas condições, dentro da geladeira, pode se conservar por duas a três semanas.

O pimentão é uma planta de verão, atualmente produzido também no inverno com o uso de cultivo em estufa. A maior oferta, e portanto, os melhores preços, ocorrem durante os meses de setembro a janeiro.

Há três tipos básicos de pimentão quanto ao formato: quadrado, retangular e cônico. Com relação a coloração, os frutos são verdes quando imaturos, tornando-se vermelhos, amarelos ou alaranjados quando maduros, dependendo da variedade. Os pimentões roxo e creme formam a exceção deste padrão, pois apresentam esta cor desde o início de sua formação.

Os frutos devem apresentar-se limpos, firmes e com casca brilhante, o que indica que estão frescos. Os frutos colhidos muito novos são pequenos, têm cor verde-pálida e murcham mais rapidamente.

{mosimage}Deve-se dar preferência aos frutos cujos talos foram cortados rentes. Ao escolher os frutos deve-se manipulá-los com cuidado, sem apertá-los ou quebrá-los, para não danificar os que serão adquiridos por outros consumidores.

Fonte: Espaço Ecológico
18.03.2006