Notícias

Acompanhamento da gravidez: os bichos também precisam de pré-natal

Compartilhe:     |  14 de outubro de 2019

As fêmeas dos animais domésticos também seriam gratas se tivessem a oportunidade de fazer um pré-natal, aquele conjunto de orientações, medidas e exames para garantir uma gestação e um parto adequados.

De acordo com a veterinária Milena Guimarães, de São Bernardo do Campo (SP), embora não seja um hábito tão comum, a ida periódica das cadelas e gatas ao especialista ajuda a programar a maternidade, visualizar a data do parto e o tamanho da ninhada e identificar uma eventual gravidez de risco.

A avaliação da necessidade de cesariana, por exemplo, pode salvar a vida da fêmea e dos filhotes. O veterinário Luiz Ernande Kozick, da Pontifícia Universidade Católica do Paraná, em Curitiba, explica que a cirurgia é necessária quando os fetos são muito grandes e não passam pelo canal do parto.

O pré-natal inclui exames de sangue e ultrassom. Eles costumam ser repetidos a cada 15 dias — o tempo de gestação é de dois meses, em média. No final, uma radiografia constata número e tamanho da prole.

O que dedura uma gravidez de risco

Candidatas à cesárea

Nos cães braquicefálicos — aqueles com o focinho achatado, olhos grandes, cabeça e ombros largos —, normalmente os filhotes não conseguem passar pela pelve da mãe. Para contornar a situação e evitar complicações, a solução costuma ser a cesárea.



Fonte: Saúde - Silvia Lisboa e Stéfani Fontanive



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

5 coisas horríveis que você não sabia que aranhas podem fazer com você

Leia Mais