Notícias

Acredite ou não, mas as Leis da Recorrência, do Retorno e da Causa e Efeito realmente existem

Compartilhe:     |  15 de agosto de 2020

O Universo e a Vida têm suas leis, e estas influenciam a existência de todos os seres e da natureza, independente de se acreditar nisso ou não, de ser religioso ou ateu, espiritualista ou materialista, sábio ou ignorante. Enfim, estas leis estão a se mostrar em nosso cotidiano e realidade, basta prestarmos atenção ao que nos acontece e iremos percebê-las.

Conheça cada uma dessas leis e veja alguns exemplos de como elas atuam e influenciam a nossa existência, em tudo o que nos acontece.

Lei da Recorrência

Você já notou que certos fatos se repetem em sua vida? Pois é, isto tem uma explicação, esse fenômeno ocorre por dois motivos:

1. Quando repetimos as mesmas atitudes, e nos fechamos em um estado que nos impede de mudar e de fazer algo novo, esperando ter resultados diferentes.

2. Quando acabamos espelhando comportamentos e atitudes daqueles com os quais convivemos, mesmo que de forma inconsciente e, com isso, até repetimos os mesmos erros e vícios deles.

Em síntese, a Lei da Recorrência é uma forma da Vida mostrar o que estamos repetindo em nós, seja isso bom ou ruim.

Lei do Retorno

Em algum momento, você se deu conta que têm pessoas que trazem dons e talentos, desde novinhas. Crianças que tocam instrumentos, fazem pinturas artísticas ou coreografias rebuscadas, por exemplo. Isto tem relação com a Lei do Retorno.

A Lei do Retorno ou do Eterno Retorno, como é conhecida por várias linhas de pensamento, indica que tudo que fazemos ou deixamos de fazer, irá influenciar e retornar através do destino ou de outras existências.

O tempo, espaço infinito, o padrão cíclico da Natureza são reflexos e estão a serviço da Lei do Eterno Retorno.

Os antigos sábios representavam essa lei com os símbolos do ouroboros, a serpente que morde sua própria cauda, e do infinito.

O filósofo alemão Nietzsche ilustrou a Lei do Retorno em um trecho de uma de suas obras, onde ele indaga a uma pessoa como ela reagiria se:

“Esta vida, assim como tu vives agora e como a viveste, terás de vivê-la ainda uma vez e ainda inúmeras vezes e não haverá nela nada de novo?”

O cientista Albert Einstein fez alusão a esta lei quando traçou os parâmetros físicos da quarta coordenada e definiu a relatividade do tempo e sua característica cíclica. Com base nisso, podemos entender que o tempo é semelhante a uma curva fechada, sendo assim, o que  aconteceu voltará a se repetir em uma outra espiral.

Na visão ancestral,  a Lei do Retorno transcorre na Roda do Samsara (da Existência), onde passado, presente e futuro vão se desenrolando ciclicamente.

Lei da Causa e Efeito (Ação e Reação ou da Consequência)

Um exemplo bem banal de entender essa lei conhecida desde a antiguidade pelo nome de Karma, é quando você pega uma pedra e atira em uma vidraça, é óbvio que essa ação inconsequente irá desencadear a consequência de estilhaçar vidro para todo lado, ou ainda, a reação do proprietário do imóvel da vidraça ficar furioso. Esse é um modo bem simples de ilustrar como essa lei atua em nossa existência, em nosso dia a dia.

Sob o enfoque espiritualista, o francês Alan Kardec (1804-1869), criador da Doutrina Espiritista, explicou uma das facetas dessa lei da seguinte forma:

“Todo efeito tem uma causa. Todo efeito inteligente tem uma causa inteligente. O poder da causa inteligente está na razão da grandeza do efeito.”

Até na psicologia as leis do retorno e da causa e efeito têm fundamento. Neste vídeo do canal Nós da Questão, o psicólogo Marcos Lacerda, esclarece como o ser humano cria dívidas e faturas emocionais com sua conduta negativa.

Confiram:

Acredite ou não

Independente de ser espiritualista ou não, estas leis são imparciais e representam a forma da Justiça Cósmica atuar em nossas vidas, nos devolvendo tudo o que fazemos.

Como atuar em consonância com essas leis?

Para termos essas leis a nosso favor, é necessário praticarmos a auto-observação, de momento a momento, a fim de verificarmos se nosso estado interno e nossas atitudes externas estão ou não a favor da vida, do amor, do respeito e da consciência. Assim, poderemos traçar o nosso destino de uma forma mais positiva e viver com paz, leveza e sabedoria.



Fonte: GreenMe



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

“Comida de humanos” pode até matar os pets! Veja os riscos dessa prática

Leia Mais