Notícias

Água poluída invade Grande Barreira de Corais e mancha fica visível do espaço

Compartilhe:     |  17 de fevereiro de 2019

Grande Barreira de Corais, na Austrália, é uma imensa faixa litorânea que abriga quase três mil recifes. Após uma série de tempestades que atingiram a costa de Queensland nos últimos dias, águas barrentas desceram de rios até Cape Tribulation, uma das regiões da barreira, deixando-a poluída. Imagens de satélite da NASA mostram que o problema está visível do espaço.

Nos recifes mais próximos, a cerca de 60 quilômetros da costa, a água da enchente já chegou, possivelmente bloqueando os raios solares e sufocando a vida marinha. O maior temor, segundo a rede ABC, é que a água suja contenha substâncias químicas agrícolas, como nitrogênio ou fósforo, que podem matar os corais e as algas marinhas.

Quanto mais tempo a parte escura ficar na barreira, mais dano poderá causar. Além disso, sem ventos fortes, a água poluída pode demorar para dispersar.

Água poluída está se espalhando pelo oceano (Foto: NASA)

Neste momento, especialistas ainda não conseguem estimar todo o impacto que a poluição terá na Grande Barreira de Corais. Contudo, as previsões não são positivas. Em 2016, 93% dos recifes da região foram atingidos devido ao clima quente, sendo que 50% foram classificados como mortos ou morrendo.

De acordo com o portal Science Alert, se os rios transportarem água fria para o mar e se as manchas de barro continuarem bloqueando o sol, isso poderá resfriar ondas de calor submersas nas próximas semanas. “Mas ainda é um enorme distúrbio no recife [após] o branqueamento e os ciclones que tivemos nos últimos dois anos”, comentou Frederieke Kroon, biólogo marinho.



Fonte: Galileu



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Colecionadores de fãs, os siameses são inteligentes, comunicativos e brincalhões. Conheça curiosidades da raça

Leia Mais