Notícias

Além da psiquiatria: estudo prova que anorexia também tem origem genética

Compartilhe:     |  18 de julho de 2019

Uestudo inédito que analisou dados de mais de 17 mil pessoas relacionou a anorexia nervosa com oito genes do DNA humano. A descoberta pode revolucionar a forma com que o distúrbio é visto, que até então era considerado de natureza psiquiátrica.

Além de ligarem a anorexia com características metabólicas genéticas como índice glicêmico, lipídico (gordura) e medidas corporais, os profissionais relacionaram o transtorno a pessoas que têm outros distúrbios psiquiátricos, como transtorno obsessivo-compulsivo, depressão, ansiedade e esquizofrenia. Também de acordo com a equipe, determinados genes aumentam a propensão à atividade física, fator que pode implicar na tendência de pessoas com anorexia nervosa serem bastante ativas.

“Anormalidades metabólicas observadas em pacientes com anorexia nervosa são mais frequentemente atribuídas à fome, mas nosso estudo mostra que as diferenças metabólicas também podem contribuir para o desenvolvimento do distúrbio. Além disso, nossas análises indicam que os fatores metabólicos podem desempenhar um papel quase tão forte quanto os efeitos puramente psiquiátricos”, disse um dos autores da pesquisa, Gerome Breen, em comunicado.

Andrew Radford, diretor executivo da Beat, organização que realiza o apoio a pessoas que sofrem de distúrbios alimentares, descreveu a pesquisa como inovadora: ” O estudo aumenta significativamente nossa compreensão sobre as origens genéticas dessa grave doença. Nós encorajamos os pesquisadores a examinar os resultados desse estudo e considerar como pode contribuir para o desenvolvimento de novos tratamentos para que possamos acabar com a dor e o sofrimento dos transtornos alimentares”, afirmou.

Sintomas da anorexia podem incluir um peso corporal perigosamente baixo, medo intenso de ganhar peso e imagem corporal distorcida. De acordo com a equipe, o distúrbio afeta entre 1 e 2% das mulheres e 0,2-0,4% dos homens e tem a maior taxa de mortalidade entre qualquer doença psiquiátrica.



Fonte: Revista Galileu



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Pet diferente: 10 curiosidades sobre coelhos

Leia Mais