Notícias

Alemanha vai proibir a trituração de pintinhos machos recém-nascidos

Compartilhe:     |  27 de janeiro de 2021

O governo alemão planeja banir a prática de matar pintinhos machos após sua eclosão do ovo, o que resulta em cerca de 45 milhões de aves mortas todo o ano no país.

O Gabinete alemão aprovou na quarta-feira uma legislação que vai proibir a prática a partir de 01 de janeiro do ano que vem. A porta-voz do governo, Martina Fietz, disse que o governo alemão será o primeiro país decretar isso.

Em um segundo momento, a matança de embriões machos dentro dos ovos será proibida a partir do sexto dia de incubação, a começar em 01 de janeiro de 2024.

Fietz diz que o governo investiu mais de 8 milhões de euros nos últimos anos para fomentar a pesquisa de procedimentos alternativos para identificar o sexo dos pintinhos antes de chocarem.

Em junho de 2019, uma Corte Federal decidiu que criadores de galinhas podem continuar a matar pintinhos machos após eclodirem mas apenas se novos procedimentos para evitar a continuação desta prática entrassem em plano. A decisão diz que o interesse econômico de uma empresa não justica que matem os pintinhos.

Esta decisão vem de um caso que durou anos, envolvendo uma incubadora especializada em galinhas poedeiras. A empresa mata os nascidos machos pois eles são considerados supérfluos já que não colocarão ovos e por que a sua criação ser considerados imprópria para a produção de carne.

A lei alemã de proteção animal diz que ninguém está autorizado a causar a algum animal dor, sofrimento ou dano “sem causa plausível”.



Fonte: Anda



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Veterinária dá dicas para cuidar da saúde dos olhos de animais domésticos

Leia Mais