Notícias

Dicas de alimentos para melhorar o humor e superar situações de stress

Compartilhe:     |  7 de abril de 2020

Mais de um terço das pessoas procura na comida alívio para situações de stress. E quando pensamos nisso, logo vem na cabeça sobre mesas super doces, fast food ou salgadinhos – alimentos ricos em calorias, muitas vezes pobres em nutrientes que podem até trazer um momento de prazer, mas que tem um efeito ruim na nossa saúde.

“Quando estamos estressados e procuramos conforto imediato na comida, normalmente escolhemos alimentos que alteram o equilíbrio hormonal e provocam picos de glicose no sangue”, explica David Ludwig, professor de pediatria e nutrição na Universidade de Harvard. O resultado é satisfação instantânea e mais problemas a longo prazo.

A boa notícia é que existem sim alimentos que ajudam a gente a se sentir melhor, sem prejudicar a nossa saúde. Nossas escolhas neste sentido são muito importantes para que nosso corpo e mente tenham uma boa resposta às situações de stress e frustação. “As reações químicas no nosso corpo podem ser muito afetadas pelo stress”, diz Ludwig.

E alguns alimentos também podem ter uma grande influência nestas reações e, consequentemente, no nosso humor e bem estar. Por exemplo, alimentos com alto índice glicêmico tem uma rápida absorção do açúcar e geram picos de glicose no sangue, levando ao aumento da adrenalina, um hormônio relacionado ao stress.

De acordo com um estudo publicado na Translational Psychiatry, uma dieta rica em gorduras afeta negativamente o funcionamento do hipotálamo, o que promove sintomas relacionados a quadros de depressão.

Por outro lado, entre as diferentes maneiras de se lidar com o stress, temos alguns alimentos que ajudam a melhorar nosso humor – e são muito mais saudáveis que doces e pães.

Semente de abóbora

Foto: Unsplash

Estas sementes são uma boa fonte de potássio, fósforo, zinco e especialmente magnésio. A ausência deste mineral pode levar a quadros de enxaquecas, ansiedade, insônia, stress e pressão alta. O magnésio é um super alimento para o cérebro e pode ser encontrado nas sementes de abóbora que muitas vezes são jogadas no lixo.

Folhas de cor verde escura

Foto: Unsplash

Couve, acelga, espinafre e outras folhagens de cor verde escura também têm muito magnésio, que é importante para evitar os sintomas que descrevemos acima e que estão muito relacionados a gatilhos de stress.

Cenoura e aipo

Foto: Unsplash

As cenouras, o aipo e os alimentos crocantes tem uma função mecânica importante. Quebrar e mastigar estes raízes e talos são uma maneira de aliviar o stress e ajudam especialmente aqueles que têm o hábito de ranger os dentes. E, de quebra, ajudam também a melhorar o hálito!

Linhaça

Alguns nutricionistas consideram as sementesde linhaça um dos alimentos mais poderosos que existem. Existem evidências de que estas sementes ajudam a reduzir o risco de doenças cardíacas, câncer, derrame e diabetes.

A linhaça contém grandes quantidades de omega-3, apontado como um importante redutor de stress e de quadros de depressão. O National Institutes of Health dos EAU aponta ainda para estudos em que o óleo de linhaça melhorou a concentração, o auto controle e o grau de agitação em crianças com quadros sérios de transtorno do déficit de atenção e hiperatividade.

Pimentão Vermelho, mamão papaia e kiwi

Foto: Pixabay

Estes alimentos tem em comum uma grande quantidade de vitamina C. Diversos estudos apontam a vitamina C como um importante ferramenta para frear a produção de hormônios relacionados ao stress. Segundo um destes estudos, publicado no periódico Psychology Today: “Pessoas com altos índices de vitamina C não apresentam sinais físicos e mentais relacionados ao stress, mesmo quando enfrentam situações desafiadoras”.

Outras boas fontes de vitamina C são as frutas vermelhas, frutas cítricas, couve de bruchelas, folhas verdes e brócolis.

Cereais integrais

Foto: Pixabay

Os grãos integrais são carboidratos que conservam boa parte dos seus nutrients, o que muitas vees não acontece quando os alimentos são processados. Eles podem ser consumidos puros (arroz integral, quinoua e aveia, por exemplo) ou em produtos integrais (como pães, granolas ou massas).

O carboidrato leva a produção de serotonina, conhecida como o “hormônio da felicidade”. E ter a nossa produção de serontonina vinculada à ingestão de carboidratos complexos que não são tão facilmente digeridos como os carboidratos simples garante que os nossos índices de glicose no sangue se mantenham estáveis

Chá

Foto: Pixabay

Beber chá preto pode te ajudar a se recuperar de uma situação de stress mais rapidamente. Um estudo comparou pessoas que consumiram pelo menos uma xícara de chá preto por dia durante 6 semanas com pessoas que optaram por outras bebidas. Ao final deste período, as pessoas que consumiram o chá preto apresentaram índices mais baixos de cortisol, hormônio relacionado ao stress, mesmo em situações difíceis. Elas também relataram estar se sentindo mais calmas.

A camomila é outra erva usada em chás que é muito usada para acalmar pessoas em situações perturbadoras, aliviar o stress e ajudar a ter noites de sono mais tranquilo.

Chocolate amargo

Foto: Pixabay

Os flavonóides do cacau podem ajudar a melhorar nosso humor e capacidade intelectual. Existem diversos estudos que comprovam a capacidade do chocolate amargo de aumentar a sensação de bem estar e diminuir o stress. Portanto, uma dose de chocolate por dia está permitida, desde que seja moderada e tenha uma boa concentração de cacau, com menos açúcar e gordura do que os tradicionais chocolates ao leite e branco.



Fonte: CicloVivo - Natasha Olsen



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Emocionante: vídeo mostra tartarugas-marinhas sendo salvas por pescadores no litoral catarinense

Leia Mais