Notícias

Ameaçadas de extinção, araras-canindé ganham ninhos artificiais para reprodução em Araras

Compartilhe:     |  10 de agosto de 2020

Pela primeira vez em seis anos, biólogos desenvolvem ninhos artificiais para a reprodução da arara-canindé, em Araras (SP).

Os biólogos querem aproveitar o período de reprodução das aves, que vai do final de julho até dezembro, para espalhar seis caixas de madeira que serão utilizadas pelas araras como ninho. Cada uma bota de dois a três ovos por reprodução.

“Normalmente as araras fazem em oco de árvore o ninho, as árvores secas da cidade que seriam propícias para isso a gente corta devido risco de queda, então a ideia é fazer artificialmente um ninho para reprodução delas”, explicou o biólogo Fábio Luiz Cassiano.

Cada uma das seis caixas tem 60×45 cm com um círculo de 20 cm para a entrada da ave.

Além de facilitar na reprodução delas, os biólogos querem incentivar o retorno das araras à área urbana, já que eles notaram que elas se reproduziram nos últimos anos na zona rural.

Reabilitação

Aves resgatadas em Araras passam por processo de readaptação antes de voltarem à natureza — Foto: Ronaldo Oliveira/EPTV

Aves resgatadas em Araras passam por processo de readaptação antes de voltarem à natureza — Foto: Ronaldo Oliveira/EPTV

A Secretaria de Meio Ambiente trabalha em conjunto com o Centro de Reabilitação de Animais Silvestres para garantir a sobrevivências das araras, que em muitos casos são apreendidas pela Polícia Ambiental em casos de tráfico ou maus-tratos.

Após avaliação, as aves aptas para voltarem à natureza passam um tempo em grandes viveiros para readaptação ao lado de uma mata em uma área particular.

O presidente do Instituto Brasileiro de Proteção à Natureza (IBPN) e engenheiro florestal, Rogério de Lima e Silva Caldas, começou em 2011 o trabalho de devolução das araras às matas da região. E desde então a iniciativa obteve resultados importantes.

“Já foram soltas mais de 300 araras, inúmeros papagaios e diversas aves. Com esse projeto, nós tiramos a arara de extinção daqui”, afirmou Caldas.

Espécie

Aves ganham ninhos artificiais para reprodução em Araras — Foto: Ronaldo Oliveira/EPTV

Aves ganham ninhos artificiais para reprodução em Araras — Foto: Ronaldo Oliveira/EPTV

arara-canindé tem a plumagem com cores semelhantes a da bandeira do Brasil. A ave, que também é conhecida como arara-de-barriga-amarela ou simplesmente arara-amarela, está ameaçada de extinção.

Uma das razões é o fato dela se deslocar a grandes distâncias durante o dia, entre os locais de descanso e de alimentação e ser, por isso, considerada uma presa fácil.

A arara-canindé costuma fazer seus ninhos em buracos no tronco, onde põem seus ovos. Os filhotes permanecem no ninho até a décima terceira semana, período no qual são alimentados pelos pais que regurgitam o alimento em seus bicos.



Fonte: G1



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

“Comida de humanos” pode até matar os pets! Veja os riscos dessa prática

Leia Mais