Projetos Ambientais

Americanenses alinham maratona aquática e educação ambiental

Compartilhe:     |  20 de maio de 2018

Ultramaratonista Diogo Zoppi fará a travessia de 37 km a nado do Leme ao Pontal, no Rio, a principal do Brasil no segmento

Uma família de Americana realizará em agosto, no Rio de Janeiro, um evento que vai reunir natação e atividades em prol do meio ambiente. Trata-se do Projeto Ambiental e Social do Leme ao Pontal. Enquanto o americanense Diogo Zoppi fará uma travessia marítima de 37 km, haverá palestras educativas e trabalhos de recolhimento de resíduos sólidos.

Diogo informou que largará entre os dias 23 e 30, entre meia-noite e 2 horas. Segundo ele, a data e o horário exatos dependem da corrente. “De preferência, estudando a tábua de maré para pegar uma correnteza a favor, para tentativa de recorde de prova”, disse o ultramaratonista aquático, que nadará sozinho.

A previsão dele é que a prova dure de oito a 16 horas. O percurso vai começar na Praia do Leme e terminará no Pontal. “É a maior travessia do Brasil, uma das mais bonitas. Tem muita dificuldade, por conta do frio e das correntes”, afirmou.

Namorada de Diogo, a engenheira ambiental Vanessa Pugliero será responsável pelo plantio de mudas em áreas não preservadas da cidade e por ações de reciclagem. Essas atividades contarão com a ajuda de ONGs (Organizações Não Governamentais). Paralelamente à travessia de Diogo, mergulhadores pegarão resíduos sólidos do fundo do mar e outros voluntários farão mitirão de recolha em solo, nas praias.

EDUCAÇÃO. Pais de Diogo, Tomaz e Silvana Zoppi vão promover palestras em escolas, sobre preservação do meio ambiente e inclusão social. O objetivo será ensinar os jovens a realizar reciclagem, diminuir a utilização do plástico, entre outros pontos. De acordo com o nadador, a ideia toda partiu de Tomaz, que também pretende levar esse tipo de projeto também para outros lugares do País.

“Ele estava com a ideia de a família realizar travessias em ilhas do Estado de São Paulo, do Brasil todo, com o intuito de chamar a atenção da mídia, governos e empresas locais para, de alguma forma, beneficiar aquela comunidade ou região, através de palestras educativas de reciclagem, ajudas médicas, ortodônticas. Utilizando desse talento que a família tem para a natação com o objetivo maior da promoção social”.

A travessia contará com a supervisão da LPSA (Leme to Pontal Swimming Association). Diogo Zoppi destacou que a família ainda busca apoio de empresas e do poder público.

PREPARAÇÃO. Como forma de preparação para a prova, ele disputará, neste sábado, a segunda etapa do Campeonato de Maratonas Aquáticas, em Ilhabela. O percurso tem 20 quilômetros.

Na travessia do Leme ao Pontal, de acordo com a LPSA. os recordes são 7h22min sem neoprene, um tipo de borracha que compõe roupas de mergulho, e 7h02min com neoprene. “É uma travessia muito famosa, muito complexa de se fazer. Dá bastante visibilidade”, completou Diogo



Fonte: O Liberal - Rodrigo Alonso



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Lei que proíbe piercings e tatuagens em animais é sancionada no Distrito Federal

Leia Mais