Notícias

Animais são encontrados em condições precárias em órgão ambiental

Compartilhe:     |  7 de março de 2020

Após o afastamento do diretor do Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac), em Feijó, interior do Acre, há três dias, uma operação encontrou animais silvestres em situação de crueldade extrema na sede do órgão.

Os animais estavam abrigados em um galpão quente, sem água ou comida, em situação de completa negligência.

O diretor do instituto foi afastado após denúncias revelarem que ele mantinha uma tartaruga presa com cordão com apenas um pouco de água nas dependências do Imac.

A operação, nomeada de Safari, também descobriu que as madeiras apreendidas de crimes ambientais estavam sendo doadas como favores eleitorais.

Os animais mantidos no local em condições precárias serão encaminhada para o Imac de Rio Branco e receberão cuidados.

O órgão de Feijó ainda está sendo vistoriado. Computadores foram apreendidos e mais denuncias estão sendo apuradas.



Fonte: Anda



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Alimentação natural para cães: saiba tudo sobre o assunto

Leia Mais