Trilhas da Paraíba

Aparecida

Compartilhe:     |  21 de setembro de 2019

O Município de Aparecida, situado no Sertão paraibano, na microrregião de Sousa, está a uma distancia de 409.10 Km de João Pessoa, capital da Paraíba, e limita-se com os municípios de São José da Lagoa Tapada (18 km), São Domingos de Pombal (12 km), São Francisco (22 km) e Souza (22 km).

Relevo e hidrografia

Grande parte do território de Aparecida está situada em bacia de origem tectônica, cujo relevo apresenta-se com alguns pontos mais elevados, formando algumas serras, onde a principal é a Serra do Tigre. Situa-se na unidade geoambiental da Depressão Sertaneja. Do lado hidrográfico, Aparecida está situada nos domínios da Bacia Hidrográfica do Rio Piranhas, na região do Alto Piranhas, sendo banhados por este rio e o Rio do Peixe, rios estes com bastante potencial para perfuração de poços tubulares. Os principais tributários são o rio Piranhas Velho e os riachos das Areias, do Naiú, do Barro, Boi Morto, Cachoeira, do Gado Bravo, Taboleiro Comprido, Cajazeira, da Mutuca, do Feijão e São Domingos, a maior parte de regime intermitente. O município conta ainda com os açudes Jaguarão e Estourinho.

Clima

O clima do município é megatérmico do tipo tropical e semiárido. Sob efeito da baixa latitude, a temperatura média anual é bastante elevada, em torno de 29°C com pequena amplitude anual, cerca de 30°C, significando que, em qualquer mês, predominam temperaturas de moderadas a elevadas. A temperatura varia entre 27°C (máximas absolutas superiores) e 35°C, não muito comum, devido a ação dos ventos alísios.

A precipitação pluviométrica anual é muito baixa, cerca de 730mm, sendo distribuída ao longo do ano com bastante irregularidade.

O município está incluído na área geográfica de abrangência do semiárido brasileiro, definida pelo Ministério da Integração Nacional em 2005[6]. Esta delimitação tem como critérios o índice pluviométrico, o índice de aridez e o risco de seca.

Vegetação

O município possui uma vegetação típica de caatinga xerofítica, formada por extratos herbáceo-graminóide e arbóreo-arbustivo, em que se conhece, dentre outros, o pereiro, o faveiro, a jurema-preta, o xique-xique e a carnaúba.

Grande parte do município de Aparecida possuía uma vasta plantação de carnaubais, mas com a extração de seus frutos para produção de ceras, vassouras e outros produtos que abastecem a Paraíba e estados vizinhos, há uma devastação cada dia mais presente que traz consequências graves, para o pequeno produtor e para a economia local.

Solos

A área é formada por terrenos sedimentares, datados do período cretáceo, cujo solo é constituído de argilitos, arenitos calcíferos, ocorrendo solos minerais profundos e argilosos com muito cascalho. São sujeitos à erosão mas são muito férteis, quando favorecidos pela chuva.

Aglomerações Urbanas

Merece destaque o Distrito de Prensa. Temos ainda alguns sítios bastante povoados, como: Extrema, Várzea do Cantinho e o Assentamento de Acauã.

História

Em 1962, Aparecida foi município por 24 horas após ser elevada a categoria de Distrito, sendo o seu território demarcado, aprovado e publicado no Diário oficial do estado da Paraíba. No dia 2 de janeiro de 1962, o então governador do Estado da Paraíba, Pedro Moreno Gondim, vetou o decreto legislativo nº 477, de 15 de dezembro de 1961, originário do projeto nº 443/61, que criava o município de Aparecida, atendendo a seu pleito de emancipação política e, consequentemente, o desligamento do município de Sousa, ao qual pertencia.

O município foi criado pela lei nº 5.896 de 29 de abril de 1994,106º da Proclamação da República, e no dia 3 de outubro de 1996 realizou-se a sua primeira eleição para prefeito, vice-prefeito e vereadores.
Constitucionalização

No dia 3 de outubro de 1996, realizaram-se eleições em todo o estado da Paraíba. Na ocasião foi eleito prefeito constitucional de Aparecida o Sr. José Alves de Sousa e como vice-prefeito Cyro Gadelha de Queiroga. Tomaram posse no dia 1 de Janeiro de 1997, perante a Câmara Municipal, a qual foi eleita juntamente com o prefeito.

 



Fonte: Famup e Site Oficial da PMA



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

O pet precisa de suplementação alimentar equilibrada

Leia Mais