Notícias

Aposentado paulista faz amizade com beija-flor e o alimenta em suas mãos

Compartilhe:     |  19 de outubro de 2014

Muitas pessoas gostam de admirar a exuberância dos beija-flores, conhecidos por sua agilidade, fragilidade e beleza. Por isso, é comum ver vários bebedouros pendurados em jardins de casas, instalados para atrair as pequenas criaturas. Porém, João Silvestrini, um aposentado de Barretos, no interior de São Paulo, levou a prática a um nível mais alto. O barretense gravou e postou em sua página do Facebook um vídeo mostrando sua bonita relação com um beija-flor. Confira o vídeo:

Acostumado a beber a fórmula de água e açúcar na casa do aposentado, um filhote de colibri atende aos seus chamados e aproveita o bebedouro enquanto João o segura. O mais impressionante é que em mais de um momento, o beija-flor senta no dedo dele.

Em um momento da gravação, Silvestrini explica que a mãe do colibri o apresentou a seu filhote. Desde então os dois mantêm uma relação de amizade, já que quando o pequeno beija-flor quer beber água, ele chama o aposentado para que ele pegue o bebedouro.

Beija-flor

Encontrado apenas nas Américas, o beija-flor tem mais de 320 espécies, das quais a maioria é encontrada no sul do continente. Geralmente pequenos, os colibris são conhecidos por sua agilidade e grande capacidade de voo, sendo a única ave capaz de voar para trás. Para se ter uma ideia, batimento de suas asas pode chegar a 90 vezes por segundo.

O bico dos beija-flores são longos e finos, próprios para retirar o néctar das flores, seu principal alimento. Eles ainda têm uma visão muito acurada, sendo capazes de detectar cores no espectro ultravioleta. Seus corações batem 480 vezes por minuto quando estão em repouso e inacreditáveis 1260 vezes por minuto quando voam.



Fonte: Pensamento Verde



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Cadela cega explorada para reprodução é salva e se torna amiga de menino com deficiência

Leia Mais