Notícias

App do Google indica distância mínima para reduzir risco de contágio pelo coronavírus

Compartilhe:     |  11 de junho de 2020

Há quatro anos, era lançado o Pokémon Go, jogo que fez todos começarem a andar olhando para suas telas. Mas agora, em meio a pandemia do novo coronavírus, outro aplicativo de realidade aumentada pode ganhar a atenção do público.

Trata-se do Sodar, a nova ferramenta do Google que busca auxiliar as pessoas a manterem o distanciamento social. Ao acessar o app, basta apontar o seu smartphone para o chão que a calibragem é feita automaticamente; e logo você estará envolvido em um círculo com raio de dois metros – que é a distância mínima recomendada, pelas autoridades de saúde, para reduzir o risco de contaminação pelo Sars-CoV-2.

O aplicativo foi anunciado pelo perfil Experiments with Google no Twitter. Não é preciso fazer download do Sodar para usá-lo, basta acessar este link usando o Google Chrome no seu smartphone.

Por enquanto, o Sodar só funciona em dispositivos Android e compatíveis com o ARCore (software do Google que permite a criação de apps com realidade aumentada). Ainda não há versão para iOS.

A ferramenta é uma boa pedida para a época, já que aos poucos, diversos países estão reabrindo seus comércios, fábricas, escolas e estabelecimentos no geral. O Sodar pode ser útil em filas de mercados, farmácias, padarias e até mesmo nos pontos de espera dos transportes públicos.

Mas fique esperto ao utilizar o Sodar: para aumentar a precisão, o celular deve ficar próximo do corpo do usuário e apontado para o chão. Vale lembrar que o aplicativo não tem tantas ferramentas, então, ele não vai avisar se a barreira estiver sendo ultrapassada: isso fica por conta do usuário.

A distância recomendada pelo Centro de Prevenção e Controle de Doenças dos Estados Unidos é de, no mínimo, 1,8 metro. Além disso, é indicado que saiam de casa apenas aqueles que não tem outra opção e que façam uso de máscaras. A higienização das mãos com água, sabão e álcool gel também é fator crucial para evitar o contágio pelo vírus.



Fonte: Superinteressante



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Gatos: dicas de cientistas para cuidar bem do seu pet

Leia Mais