Notícias

Aproveitamento da fração orgânica dos resíduos sólidos urbanos para produção de composto orgânico

Compartilhe:     |  8 de Maio de 2015

O crescimento demográfico acentuado seguido do avanço tecnológico e pelo estilo de vida consumista vem aumentando consideravelmente a quantidade de resíduos sólidos urbanos (RSU), se tornando um dos grandes problemas ambientais da atualidade. A utilização de resíduos urbanos na agricultura em forma de compostagem atualmente é uma alternativa das mais promissoras para a disposição desses materiais e vem sendo cada vez mais adotado por comunidades do mundo todo.

Dessa forma, esse trabalho tem como objetivo discutir alternativas para reduzir a massa de lixo através do aproveitamento da fração orgânia dos resíduos sólidos urbanos para produção de compostagem. De acordo com a pesquisa realizada, a utilização de resíduos urbanos em forma de compostagem nos solos agrícolas viabiliza o aproveitamento dos resíduos gerados, transformando lixo, um problema para as municipalidades em algo útil para o agricultor com a produção de adubo. Esse processo é considerado satisfatório para o tratamento dos resíduos do ponto de vista tecnológico, devido colaborar para a redução da geração de resíduos.

De  acordo  com  a  pesquisa  realizada,  a  utilização  de  resíduos  urbanos  em  forma  de compostagem   nos   solos   agrícolas   viabiliza   o   aproveitamento   dos   resíduos   gerados, transformando lixo, um problema para as municipalidades em algo útil para o agricultor com a  produção  de  adubo,  sendo  considerado  um  processo  satisfatório  para  o  tratamento  dos resíduos do ponto de vista tecnológico colaborando para a redução da geração de resíduos.

A  compostagem  promove  a  valorização  dos  resíduos  como  matéria-prima,  sendo  do ponto  de  vista  agronômico,  um  processo  de  grande  importância ,  devido  uma  quantidade considerável  de  nutrientes  estar  retornando  para  o  solo  na  forma  mineral  e  orgânica, proporcionando melhorias químicas, físicas e biológicas.

Embora  haja  uma  preocupação  com  a  contaminação  do  composto  produzido  com resíduos urbanos devido à contaminação por microrganismos patogênicos e pela presença de metais pesados, a segregação dos materiais, por meio do processo de triagem, pode minimizar ou eliminar tais problemas e o composto orgânico produzido pode ser de uso irrestrito e com boas qualidades para melhorar as características químicas e físicas do solo.

Clique aqui e leia o artigo científico na íntegra



Fonte: Biblioteca - Revista Brasileira de Ciências da Amazônia



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Holanda se torna o primeiro país sem cães abandonados – e não precisou sacrificar nenhum

Leia Mais