Notícias

Aquário Recifal do Coral Vivo é uma miniatura dos recifes de coral do Sul da Bahia

Compartilhe:     |  11 de julho de 2020

Construído em 2016 e inaugurado no início de 2017, o Aquário Recifal do Coral Vivo está em mutação permanente. Os peixes foram introduzidos ainda juvenis e, agora, algumas espécies já apresentam o estágio juvenil-adulto. Nesse tempo, já recebeu milhares de turistas, moradores, grupos escolares e universitários, sendo uma ferramenta para informar o público o que é um coral, curiosidades sobre sua vida e reprodução, e a importância da conservação e da sustentabilidade socioambiental dos recifes de coral. Está instalado no Arraial d’Ajuda Eco Parque, em Arraial d’Ajuda (BA), e foi construído e é mantido com o patrocínio da Petrobras por meio do Programa Petrobras Socioambiental.

“Hoje, passados mais de três anos, algumas espécies já apresentam o estágio juvenil-adulto. Isso é determinado não só pelo maior tamanho, mas pela mudança de cores e desenhos no corpo. Essa mudança de padrão é muito comum entre as espécies de peixes recifais, sendo muito interessante observá-la através do aquário”, conta o responsável técnico pelo aquário, o biólogo Nicolas Lages. Ele explica que o Aquário Recifal do Coral Vivo é um microcosmo, um sistema ecológico miniaturizado e isolado do ecossistema natural, sendo projetado para simular uma miniatura de recife de coral do Sul da Bahia.

O Aquário está sob cuidados constantes da equipe do Projeto Coral Vivo, inclusive neste momento de quarentena. A qualidade da água é monitorada observando parâmetros como temperatura, oxigênio dissolvido, PH, alcalinidade, cálcio, magnésio, nitrato e fosfato. O sistema está estabilizado, e outros testes são realizados esporadicamente.

Na construção e manutenção de um mini-recife três fatores são muito importantes: qualidade e quantidade de luz, qualidade da água e controle de algas.“Temos no Aquário Recifal do Coral Vivo peixes da família Acanthuridae, vulgarmente conhecida como cirurgiões, uma das mais importantes à manutenção e ao equilíbrio dos ecossistemas naturais de recife de coral. Três espécies de peixes-cirurgião, que ocorrem nos recifes brasileiros, nadam juntas e realizam o seu papel, comendo todos os reinos de algas filamentosas. Essa é uma forma de controlar as algas no Aquário, utilizando organismos herbívoros”, destaca Nicolas. Ele informa que o sistema foi construído com base nos conhecimentos de escola alemã de aquaristas e pesquisadores.


O funcionário Beach Conceição cuida do Aquário Recifal | Foto: Leandro Santos / Projeto Coral Vivo

O público do parque aquático visita o Aquário Recifal do Coral Vivo sem custo adicional. Já os moradores e os grupos escolares e universitários da Costa do Descobrimento agendam gratuitamente e com antecedência visitas monitoradas pela equipe do Projeto Coral Vivo.

Assim que o período de quarentena passar, as marcações poderão ser feitas no horário comercial pelo (73) 3575-2353, e aguardar a confirmação de data e horário. A reabertura do Arraial d’Ajuda Eco Parque pode ser acompanhada após a quarentena na seção Calendário do site: http://www.arraialecoparque.com.br. O endereço é Estrada da Balsa, Km 4,5, Arraial d’Ajuda, Porto Seguro (BA).

Sobre o Projeto Coral Vivo
O Projeto Coral Vivo nasceu no Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e é realizado por 14 universidades e instituições de pesquisa. Trabalha para a conservação e a sustentabilidade socioambiental dos recifes de coral e ambientes coralíneos.

Ele é um dos seis projetos ambientais que compõem a Rede de Projetos de Conservação de Biodiversidade Marinha (Biomar), criada em 2007 pela Petrobras em parceria com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e projetos patrocinados. São eles: Projeto Albatroz, Projeto Baleia Jubarte, Projeto Coral Vivo, Projeto Golfinho Rotador, Projeto Meros do Brasil e Projeto Tamar.

Mais informações: www.coralvivo.org.br.



Fonte: Agência Eco Nordeste



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

“Comida de humanos” pode até matar os pets! Veja os riscos dessa prática

Leia Mais