Espécies em Extinção

Aquecimento dos oceanos pode extinguir espécies de plânctons

Compartilhe:     |  20 de junho de 2015

Animais microscópicos representam 90% dos seres vivos presentes no mar

Aquecimento pode fazer plânctons migrarem para lugares mais frios ou quentes, provocando um enorme desequilíbrio (Foto: Globo)
Aquecimento pode fazer com que algumas espécies de plânctons migrem para lugares mais frios ou quentes, provocando um enorme desequilíbrio (Foto: Globo)

Pesquisadores concluíram que milhares de minúsculas criaturas que vivem no fundo do mar estão sofrendo as consequências das mudanças do clima. E o que acontece com elas dentro d’água, tem impacto no ar que respiramos. O correspondente Roberto Kovalick acompanhou a expedição que revelou esses resultados.

Muitas espécies de vida microscópica eram desconhecidas antes da expedição da escuna Tara viajar por três anos coletando vida marinha. E já saíram os primeiros resultados: 35.000 espécies de bactérias, 5.000 vírus, 150.000 plantas, e criaturas que só têm uma célula.

O nome desse universo microscópico é plâncton. Eles representam 90% dos seres vivos dos oceanos e servem de comida para animais maiores. Além disso, produzem metade do oxigênio que respiramos.

A principal descoberta dos pesquisadores até agora foi que o aquecimento dos oceanos pode extinguir algumas espécies de plânctons e fazer outras migrarem para lugares mais frios ou quentes, provocando um enorme desequilíbrio. A descoberta também cria oportunidades. É o que diz o pesquisador brasileiro André Abreu.

— A grande maioria da vida marinha está nesse plâncton e ele regula a temperatura, clima e alimentação. Então, finalmente, nós vamos poder estudar como essas massas planctônicas estão reagindo às mudanças climáticas, e sobretudo, ao aumento da temperatura dos oceanos. Isso vai gerar uma batalha por políticas públicas para preservar a capacidade dos oceanos de exercer esses serviços de ecossistêmicos climáticos — diz.

Fonte: Rede Globo – Como Será?



Fonte:



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Não há evidências de que o coronavírus possa infectar gatos

Leia Mais