Notícias

Área marcada por massacre, ganha centro de turismo ecológico no Camboja

Compartilhe:     |  24 de janeiro de 2015

Após passar por anos de massacre, a região de Ang Trapeang Thmor, no Camboja, ganhará um novo centro de turismo ecológico e histórico. O projeto fica por conta do escritório Atelier Cole e deve começar a ser construído ainda neste ano.


Imagem: Divulgação

O complexo abrigará atividades turísticas sustentáveis, ao mesmo tempo em que funciona como um memorial sobre os fatos que marcaram a história local nos últimos anos, como a morte de 30 mil pessoas envolvidas em trabalhos escravos.

Em declaração ao site The Phnom Penh Post, Simon Mahood, assessor técnico da Wildlife Conservation Society (WCS), explicou que o projeto deve aproximar as pessoas da natureza. “Ele vai colocar as atuais maravilhas locais em seu contexto histórico, permitindo que as pessoas entendam não apenas o que veem diante de si, mas também o que aconteceu no passado”, disse.

A região de Ang Thapeang Thmor é considerada uma importante área de preservação ambiental no Camboja. O local é lar de algumas das aves e animais mais ameaçados do mundo. A reserva é gerida por órgãos governamentais e especialistas da WCS.


Imagem: Divulgação

Para conectar os visitantes a toda a diversidade local, o complexo contará com muitas plataformas de observação. Além disso, os turistas também terão acesso a apresentações sobre história e ecologia, lojas e um café.


Imagem: Divulgação

“Inicialmente, a intenção era criar apenas um centro de interpretação e um espaço para observação da vida selvagem, que ajudaria, a cobrir os custos da área protegida”, informou David Cole, diretor do Atelier Cole. Mas, quando souberam de todo o histórico local, eles perceberam que esta era uma oportunidade para prestar uma homenagem aos sacrifícios que a população ofereceram durante anos.



Fonte: Redação CicloVivo



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Estresse passa do dono para o cachorro

Leia Mais