Notícias

Áreas do Amazonas que deveriam estar secas até janeiro estão alagadas

Compartilhe:     |  5 de dezembro de 2014

Enquanto o Sudeste sofre com a seca, no Norte do Brasil os rios do Amazonas estão transbordando. Mas isso só deveria acontecer a partir do mês que vem.

É uma caça ao peixe. Na reserva de desenvolvimento sustentável de Mamirauá, a 600 quilômetros de Manaus, os ribeirinhos cercam o Pirarucú, um dos maiores peixes de água doce do mundo. Só que o nível dos rios e lagos da região tem dificultado a pesca.

“Está muito cheio, a água já subiu um metro e pouco em cima da terra. Então, por isso é nossa dificuldade”, conta o pescador Danival Carvalho.

Dentro da reserva, áreas que deveriam permanecer secas até janeiro já estão alagadas. Uma surpresa para pesquisadores do Instituto Mamirauá que encontraram centenas de ninhos de jacaré destruídos pelo avanço das águas.

“Este ano foi muito atípico o nível da água. Não secou como geralmente seca. Então as fêmeas costumam construir seus ninhos sempre nos mesmos cantos. E estamos encontrando uma porção bem significativa de ninhos alagados”, explica Robinson Botero Árias, pesquisador do instituto Mamirauá.

Em Manaus, a situação não é diferente. O Rio Negro passou dos 20 metros, quatro acima do nível normal para o período. E a explicação está no período chuvoso dos últimos anos.

Dois mil e treze e 2014 foram anos de muita chuva na região. Por conta disso, o nível dos rios da Amazônia permaneceu alto, praticamente, durante este ano inteiro. De acordo com o Serviço Geológico do Brasil, a partir de agora a tendência é só de cheia.

“O rio não vai abaixar principalmente na calha central do Solimões e do Amazonas. A vazante terminou e agora nós estamos num outro. Período de cheia e portanto são águas altas, pelo menos até outubro do ano que vem”, diz Marco Antônio Oliveira, superintendente do CPRM/AM.



Fonte: Jornal Nacional



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Considere aspectos individuais antes de sacramentar vínculo com animal de estimação

Leia Mais