Notícias

Associação destaca pesquisa da Empaer com gado da raça Guzerá

Compartilhe:     |  10 de maio de 2019

Os animais da raça Guzerá, integrantes do rebanho da Estação Experimental da Empaer, em Alagoinha, receberam diploma de destaque oferecido pela Associação Brasileira de Criadores de Zebu (ABCZ) em reconhecimento aos trabalhos de melhoramento genético que estão contribuindo para a melhoria do rebanho bovino no país. A entrega do certificado aconteceu durante a ExporZebu 2019, que aconteceu no Parque Fernando Costa e Fazenda Experimental da ABCZ em Uberaba, Minas Gerais.

A entrega do diploma foi feita aos pesquisadores Rômulo Pontes de Freitas e Ricardo de Miranda Leite, que agradeceram a distinção feita ao trabalho executado na Estação Experimental da Empaer Alagoinha, onde estão alguns dos mais destacados animais da raça Guzerá, reconhecidos em todo o país.

A ExporZebu 2019 serviu para comemorar os 100 anos da fundação da ABCZ, com a consolidação da chegada de animais da raça zebuína no país, que logo conquistou criadores por todos os estados e, na Paraíba, devido ao apoio recebido de autoridades e os mais diversos parceiros, as pesquisas de melhoramento genético avançaram à época pela Emepa e, agora, tendo continuidade com a Empaer, vinculada à Secretaria do Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap).

“Há décadas trabalhando com pesquisa de melhoramento genético, destacando-se em programas desta natureza com gado zebuíno leiteiro, a Paraíba é referência nacional. As pesquisas nessa área da Embrapa Gado de Leite são desenvolvidas nas Estações Experimentais de Alagoinha e Umbuzeiro”, reforçou o presidente da presidente da Empresa Paraibana de Pesquisa, Extensão Rural e Regularização Fundiária (Empaer) e da Associação Brasileira das Entidades Estaduais de Assistência Técnica e Extensão Rural (Asbraer), Nivaldo Magalhães.

O diretor de Pesquisa da Empaer, Manuel Duré, ressaltou que os investimentos feitos em pesquisas para a reprodução de animais de alta linhagem genética ao longo dos anos vêm permitindo que o rebanho bovino da Paraíba obtenha bons resultados.

De acordo com o chefe da Estação Experimental de Alagoinha, Rubens Costa, os pesquisadores estão contribuindo de forma significativa para melhorar sempre mais esta genética que já possibilitou que o gado tenha boa qualidade e gerasse animais superiores e em prazo bem menor.



Fonte: Secom-PB



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Projeto de lei ‘Animal não é coisa’ é aprovado pelo Senado

Leia Mais