Notícias

Astrônomos encontram água na atmosfera de exoplaneta a 124 anos luz da Terra

Compartilhe:     |  25 de setembro de 2014

A ciência ganhou uma nova evidência de que a existência da água no Universo não é tão rara quanto sugerem os outros planetas, secos e congelados, do nosso Sistema Solar. Num estudo publicado nesta quarta-feira na revista “Nature”, um grupo de astrônomos relata a descoberta de vapor de água na atmosfera de um planeta cerca de quatro vezes maior que a Terra a 124 anos-luz de distância na direção da constelação de Cygnus (Cisne).

Trata-se do menor planeta no qual cientistas conseguiram identificar alguma substância de sua atmosfera. A equipe responsável pela descoberta foi liderada pelo professor Drake Deming, da Universidade de Maryland, nos EUA, um especialista no estudo de exoplanetas (planetas que orbitam sóis fora da Via Lactea).

A identificação de vapor de água e hidrogênio na atmosfera do exoplaneta HAT P-11b está sendo considerada um marco desse tipo de trabalho de detetive a longa distância, e se baseia nas análises de observações de três telescópios da Nasa, a agência espacial americana. O novo estudo também sugere que as deduções dos astrônomos sobre como os planetas se formaram em nosso Sistema Solar parecem verdadeiras para outros sistemas planetários.

A forma como cientistas localizam planetas que orbitam estrelas fora do Sistema Solar é um capítulo à parte. Eles se utilizam das variações na luz emitida pela estrela quando o exoplaneta passa em frente dele de nosso ponto de vista, o chamado trânsito. Este fenômeno também permite estudar a atmosfera destes planetas, já que substâncias nela presentes absorvem partes da luz da estrela deixando uma “assinatura” específica nela, o chamado espectro de transmissão.



Fonte: O Globo



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Estresse passa do dono para o cachorro

Leia Mais