Notícias

Atividade física, até em pouca quantidade, traz verdadeiramente felicidade

Compartilhe:     |  30 de junho de 2018

Um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, comprovou que as atividades físicas, mesmo que em pequenas quantidades, contribuem muito para a felicidade. De acordo com os estudiosos, pessoas que malham uma vez por semana ou por apenas 10 minutos por dia tendem a ser mais alegres do que aquelas que nunca se exercitam.

— O exercício pode causar um grande efetivo no tratamento da depressão. O exercício aeróbico regular por 30 minutos, praticado pelo menos três vezes por semana, pode ajudar pessoas com depressão moderada, que relatam melhora no humor. Mesmo curtos períodos de exercício, como uma breve caminhada, também podem desencadear um efeito positivo imediato — afirma André Fernandes, presidente do Conselho Regional de Educação Física (Cref1).

De acordo com André, duas substâncias químicas estão envolvidas neste estado de bem-estar: o cortisol e as endorfinas. O primeiro hormônio, quando produzido em excesso — como em situações de estresse — provoca diversos efeitos negativos em nosso organismo. O exercício físico ajuda a diminuir os níveis de cortisol. Já as endorfinas são uma espécie de “analgésico natural” e a prática de atividades físicas induz sua liberação, assim como de serotonina e a dopamina, neurotransmissores que auxiliam na redução do estresse e da ansiedade.

— Martin Seligman, o pai da chamada psicologia positiva, vem destacando ser fundamental vivenciar boas emoções, o que produz bem-estar interno e ânimo, em doses frequentes e menores, do que em concentradas dosagens advindas de grandes acontecimentos, porém raras — diz a psicóloga Claudia Pimentel, que considera que as atividades físicas geram “pequenas” emoções positivas aos praticantes.

Para a professora Edilma Affonso, de 54 anos, o exercício foi uma verdadeira salvação.

— Em 2017, retirei um tumor cerebral. A cirurgia é bem pesada e acabou me deixando com pânico. Dois meses depois, procurei o profissional de Educação Física Flávio Leal e começamos a treinar, pois já não aguentava mais ficar em casa. A atividade me ajudou a ficar 100% bem.

Antes de iniciar qualquer treinamento, é preciso ter liberação médica e encontrar um profissional de educação física para receber as devidas orientações.

Outros benefícios

Sono: a prática de atividades físicas melhora a qualidade do sono e você tem um dia melhor.

Autoestima: obter resultados positivos através do seu próprio esforço melhora a satisfação com você mesmo.

Postura: vários exercícios melhoram a postura, evitando dores na coluna e no restante do corpo.



Fonte: Extra



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Lei que proíbe piercings e tatuagens em animais é sancionada no Distrito Federal

Leia Mais