Notícias

Ativistas do freeganismo combatem desperdício se alimentando de comidas jogadas fora

Compartilhe:     |  19 de outubro de 2014

Cerca de 1,3 bilhão de toneladas de alimentos são desperdiçados em todo o mundo anualmente. O número mostra que quase 1/3 de toda a alimentação produzida pela humanidade, segundo cálculo da FAO (Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura), é jogado no lixo.

O prejuízo chega a cerca de R$ 1,82 trilhão, segundo a FAO.

Para lutar contra esse número assombroso surgiu o movimento do freeganismo, que prega o boicote ao consumo desmedido de alimentos e o fim da exploração ambiental. Para isso, eles não compram comida, apenas vasculham o lixo

Foto: Reprodução/Freegan.info

 

O freeganismo se tornou famoso em meados dos anos 90, junto com outros movimentos  anarquistas que lutaram durante o encontro da Organização Mundial do  Comércio, na cidade de Seattle, em 1999, que foi um dos definiram os  contornos da globalização.O termo foi criada da junção das  palavras inglesas free (livre, grátis) e veganism (veganismo, que é a  postura de não ingerir alimentos de origem animal)Leia também: Novidade no Brasil, Black Blocs surgiram há quase três décadas

 



Fonte: R7



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Cadela cega explorada para reprodução é salva e se torna amiga de menino com deficiência

Leia Mais