Notícias

Austrália mata quase 700 coalas por causa de superpopulação

Compartilhe:     |  4 de março de 2015

Quase 700 coalas foram mortos por autoridades locais no sudeste da Austrália por conta da superpopulação da espécie, que estava levando os animais a morrerem de fome, confirmou nesta quarta-feira o Ministério do Meio Ambiente do Estado de Vitória, segundo a agência “AFP”.

A ministra Lisa Neville anunciou a eutanásia nos coalas, realizada entre 2013 e 2014, na região do cabo Otway. “A intervenção foi necessária para prevenir o sofrimento dos coalas, porque não estavam conseguindo o suficiente para se alimentar”, afirmou Neville por meio de comunicado.

A ministra explicou que 686 coalas foram sacrificados por veterinários, após consulta com especialistas e entidades em defesa dos animais.

“Experiências sugerem que mover esses coalas não adianta, e pode inclusive causar mais sofrimento. (O número de animais) continua a aumentar, e por isso precisamos pensar em uma estratégia para ver se podemos diminuir o crescimento da população de coalas, que continua em um ritmo alto”, disse.

Apesar da superpopulação no cabo Otway, o coala se encontra ameaçado em outras áreas da Austrália, com uma queda no número de animais por conta da perda de habitat, doenças, ataques de outros animais, como cachorros, além de incêndios e outros fatores.



Fonte: Uol



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Doação de sangue em animais: como funciona e os requisitos para um animal ser doador

Leia Mais