Notícias

Azeite de abacate reduz colesterol após refeições gordurosas, diz estudo

Compartilhe:     |  18 de junho de 2018

Se você sempre achou que o antídoto para uma refeição gordurosa era um prato de salada, hora de mudar de pensamento. Comer alimentos leves para equilibrar uma jacada pode até trazer uma sensação de bem-estar (e menos culpa na consciência), mas para reduzir encrencas como níveis de colesterol, glicemia alta e inflamações no organismo, o segredo, segundo estudo recente, estaria na ingestão do azeite de abacate.

É o que mostra a pesquisa conduzida pela nutricionista brasileira Cibele Furlan, desenvolvida na Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA) da Unicamp e concluída na Universidade de Lund, Suécia. Na investigação, foi descoberto que o ingrediente, embora também composto por gordura, é capaz de trazer benefícios ao organismo – como a diminuição do colesterol – imediatamente após sua ingestão.

O trabalho foi conduzido com 13 adultos saudáveis, na faixa dos 65 anos. Os voluntários receberam um café da manhã hipercalórico, composto de pão, batata frita, bacon, ovos e manteiga. Durante uma semana, os pacientes foram submetidos a exames de sangue logo após a alimentação e a cada 30 minutos, até completar um período de 4 horas.

O exame mediu índices de glicose, colesterol total, LDL (o colesterol ruim), HDL (colesterol bom), triglicérides e marcadores inflamatórios responsáveis pelo desenvolvimento do diabetes tipo 2. Na semana seguinte, a manteiga foi substituída pelo azeite de abacate da variedade Hass e todos os níveis diminuíram logo no primeiro exame, colhido no término da refeição. O objetivo do trabalho era mostrar a importância de incluir alimentos ricos em gordura de qualidade na dieta.

Azeite de abacate

O azeite de abacate é um ingrediente relativamente novo no mercado brasileiro, mas já apresenta benefícios comprovados. Ele apresenta duas vezes mais fitosteróis que o azeite de oliva, substância que atua nos níveis do colesterol, e é uma ótima fonte de gorduras boas. Que tal colocar o produto na sua lista de supermercado?



Fonte: Boa Forma - Camila Junqueira - Gislene Pereira



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Lei que proíbe piercings e tatuagens em animais é sancionada no Distrito Federal

Leia Mais