Notícias

Bacon e salsicha aumentam o risco de câncer de mama, dizem estudos

Compartilhe:     |  4 de outubro de 2018

Comer carnes processadas, como salsichas, bacon e chouriço, aumenta em 9% o risco do desenvolvimento câncer de mama em mulheres, conforme mostrou uma nova pesquisa. A equipe da Escola de Saúde Pública da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, revisou 15 estudos com dados de mais um milhão de moças e suas dietas.

“Trabalhos anteriores associaram o aumento do risco de alguns tipos de câncer ao maior consumo de carne processada, e essa metanálise sugere que o consumo também pode aumentar o risco de câncer de mama” Disse Maryam Farvid, principal autora da análise, publicada no periódico International Journal of Cancer.

De acordo com o The Independent, as carnes processadas têm sais e outros conservantes – usados para prolongar a validade, mudar o sabor e textura do alimento – que interagem com a proteína da carne e podem formar compostos tóxicos que danificam as células do intestino.

Outros estudos já mostraram que a carne processada pode colaborar com a formação de câncer no intestino. Por isso, a Organização Mundial da Saúde (OMS) classificou esse tipo de comida, como o bacon, como cancerígeno. No entanto, não foi esclarecido qual quantidade de consumo de carne processada é prejudicial.

“Este novo estudo mostra que há um aumento de risco para o câncer de mama, mas ainda é menor se comparado com o câncer de intestino”, afirmou Gunter Kuhnle, da Universidade de Reading, no Reino Unido. “No entanto, é importante notar que o câncer de mama e de intestino são os tipos mais comuns no Reino Unido, com quase 100 mil casos por ano, e pequenas mudanças para evitar o risco da doença têm um impacto enorme.”



Fonte: Revista Galileu



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Por que os cães bebem muita água?

Leia Mais