Notícias

Bilionário norueguês engaja projeto comprometido com o futuro do planeta

Compartilhe:     |  15 de junho de 2019

Um bilionário que construiu sua fortuna graças aos oceanos, agora planeja retribuir a bonança ao meio ambiente. Kjell Inge Røkke, um dos homens mais ricos da Noruega, encomendou a um estaleiro de seu país a construção de uma embarcação para pesquisa e expedições marítimas que, quando pronta, se tornará a maior do mundo.

Com entrega prevista para 2020, o barco, batizado de REV — Research Expedition Vessel, que em português significa Embarcação para Expedições de Pesquisa) –, terá capacidade para transportar 60 cientistas e 40 tripulantes, além de navegar os sete mares rastreando as águas e recolhendo até cinco toneladas de lixo plástico por dia, segundo informações do site La Voz del Muro.

“O REV será uma plataforma para reunir conhecimento. Gostaria de dar as boas-vindas a pesquisadores, grupos ambientais e outras instituições a bordo, para adquirir novas habilidades no desenvolvimento de soluções inovadoras para enfrentar desafios e oportunidades relacionadas aos mares”, declarou Røkke. O trabalho de expedições do REV será realizado em parceria com o braço norueguês da WWF (World Wild Fund for Nature, ou Fundo Mundial para a Natureza).

O projeto engajado e comprometido com o futuro do planeta pode, ainda, render muitas cifras ao bilionário, uma vez que o barco não será exclusivo das missões ambientais e científicas.

De acordo com o site Business Insider, o barco estará disponível também para viagens particulares de Røkke, além de atender a serviços de turismo e charter. Com seus cerca de 182 metros de comprimento, poderá acomodar até 36 hóspedes.

Kjell Inge Røkke, que é disléxico e só concluiu a educação primária, começou seu império marítimo como pescador, aos 18 anos, trabalhando, no Alaska, com pesca de arrasto. Ao longo dos anos, galgou posições, dirigiu várias empresas nos Estados Unidos.

Quando regressou à Noruega, construiu sua própria frota de transporte marítimo e chegou a cumprir uma pena de quatro meses de prisão por ilegalidades na aquisição da licença de uma embarcação. Hoje, sua fortuna está avaliada em 2,6 bilhões de dólares, segundo informações da Revista Forbes.



Fonte: Greenme - Gisele Maia



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Entenda a Gravidez Psicológica em Cadelas!

Leia Mais