Notícias

Biólogos dos EUA descobrem o peixe de água doce mais velho do mundo

Compartilhe:     |  6 de agosto de 2019

Pesquisadores dos Estados Unidos publicaram na Revista Nature um estudo que revelou qual é o peixe de água doce mais velho do mundo: trata-se de um búfalo boca-grande (Ictiobus cyprinellus).

Um animal da espécie, que é nativa da América do Norte, viveu até os 112 anos de idade, sendo que a expectativa para é de apenas 26 anos.

Sob a suspeita de que os peixes búfalo boca-grandes viviam mais do que se pensava, os biólogos capturaram diversos representantes da espécie entre 2011 e 2018. Todos os animais foram fotografados, medidos e marcados antes de serem soltos de volta na natureza.

Parte dos peixes coletados (386, especificamente) foram dissecados para que os pesquisadores soubessem suas idades. A resposta estava em uma estrutura de cálcio localizada nos ouvidos desses animais. As características analisadas mostraram que os peixinhos tinham, em média, de 80 a 90 anos.

Para confirmar esses dados, os pesquisadores recorreram a uma análise de datação de carbono. Foi aí que constataram que o peixe mais velho tinha 112 anos.

Segundo os pesquisadores, a idade avançada dos animais pode ser um reflexo da interferência humana sob os peixes búfalo boca-grandes. Eles acreditam que há menos nascimentos e migrações de peixes jovens desde a construção de uma barragem na década de 1930.

Mas os experts esperam que o novo estudo ajude a aumentar a conscientização sobre essa duradoura espécie.



Fonte: Revista Galileu



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Projeto de lei ‘Animal não é coisa’ é aprovado pelo Senado

Leia Mais