Notícias

Buraco de Kola: Rússia possui a perfuração mais profunda da Terra

Compartilhe:     |  31 de março de 2015

Remover esta tampa de metal enferrujado da imagem acima, fará com que você seja capaz de avistar o caminho mais longo em direção ao centro da Terra.

Curiosamente, sabemos mais sobre certas galáxias distantes do que o que está presente quilômetros abaixo do nosso solo. Por essa razão, os cientistas soviéticos, na década de 1970, decidiram ir além do que a humanidade já havia feito. Por mais de 24 anos, eles escavaram a crosta terrestre,

O resultado foi o Superprofundo Buraco de Kola, com uma profundidade de mais de 12 quilômetros. Para colocar isso em perspectiva, Kola desce mais do que o ponto mais profundo do oceano, que se situa em cerca de 11 quilômetros, conhecido como a Fossa das Marianas. O poço está localizado na Península de Kola, na Rússia.

Com os trabalhos realizados no buraco, os cientistas descobriram fósseis microscópicos de organismos unicelulares 7 km abaixo do solo. E, quase na mesma profundidade, descobriram água. Também foi verificado que a temperatura na parte inferior do furo atingiu a incrível marca de 180 °C. Quente demais para que a escavação continuasse e, sendo assim, a perfuração foi oficialmente interrompida em 1994.

No entanto, o mais impressionante, é que os cientistas estimam que a distância até o centro da Terra seja de cerca de 6.400 km. Ou seja, 11 km é uma amostra mínima do que há abaixo de nossos pés.



Fonte: Jornal Ciência - Bruno Rizzato



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Holanda se torna o primeiro país sem cães abandonados – e não precisou sacrificar nenhum

Leia Mais