Notícias

Cabra-gnu, macaco-de-orelhas-vermelhas e leopardo-das-neves, os novos símbolos da extinção

Compartilhe:     |  11 de março de 2020

Quando falamos em extinção de animais, é comum pensarmos em animais “fofinhos” como tigres, leões e coalas. No entanto, essa abordagem faz com que outras espécies como a cabra-gnu, o macaco-de-orelhas-vermelhas e o leopardo-das-neves sejam “esquecidas”, mesmo estando em igual ou pior situação.

De acordo com uma matéria publicada na BBC News, os cientistas acreditam que estão desperdiçando um grande potencial de angariar fundos focando apenas nas espécies já conhecidas. Para mudar essa visão, eles realizaram diversas pesquisas e estudos considerando uma lista com diversas novas “espécies emblemáticas”, que são tão carismáticas quanto coalas, tigres e leões.

estudo em questão foi publicado na revista científica Nature Communications e leva em conta, não só os animais “esquecidos” ou pouco divulgados, como também as regiões nas quais eles vivem. Dessa forma, os cientistas acreditam que os fundos arrecadados sejam melhores distribuídos, pois da forma que é feito hoje, eles são desperdiçados e não beneficia uma ampla biodiversidade.

“Por meio de uma abordagem de priorização personalizada, identificamos locais que contêm espécies emblemáticas e maximizamos a representação global da biodiversidade (com base em 19.616 espécies terrestres e de água doce)”, diz o estudo.

Com isso, os cientistas conseguiram provas de que as novas espécies podem ajudar a arrecadar fundos para conservação, direcionando-os para uma abrangência maior de biodiversidade.

Dentre os animais citados no estudo, os quais são considerados em extinção e vulneráveis pela UICN (União Internacional para Conservação da Natureza), estão:

Com isso vemos que de fato existem muitas espécies de animais que ainda não conhecemos, mas que infelizmente já se encontram em situação de perigo, vulnerabilidade e até em extinção. Se quisermos conhecê-las e mantê-las, é importante seguir pesquisas e eventos que visam apoiar a conservação dessas e outras espécies.

Nesse ano de 2020, acontecerá um evento na China em outubro, para definir uma nova estrutura global para a biodiversidade. Nesta semana, representantes da CDB (Convenção sobre a Diversidade Biológica) se reúnem em Roma, na Itália, para elaborar o acordo que será assinado no evento de outubro.



Fonte: Greenme - ELIANE A OLIVEIRA



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Colecionadores de fãs, os siameses são inteligentes, comunicativos e brincalhões. Conheça curiosidades da raça

Leia Mais