Arte de Reciclar

Caixa de TV vira casa para gatos, mesa de centro e até organizador

Compartilhe:     |  23 de agosto de 2020

caixas de papelão

Competição de design promovida pela Samsung resultou em ideias simples e funcionais para reutilizar caixas de papelão.

Amantes de gatos sabem muito bem: muitas vezes o bichano gosta mais da caixa de papelão do que do conteúdo – mesmo que no interior tenha um presente adquirido com tanto carinho pelo dono. Pensando na reutilização que as caixas já costumam ter, a Samsung, multinacional sul-coreana, lançou em abril um papelão ecológico que pode ser transformado para diversos usos funcionais.

O novo papelão é perfurado de modo que torna-se mais fácil de ser moldado. Cada embalagem pode virar uma casinha para bichos de estimação, cesto para revistas e até prateleira.

Quem não é muito habilidoso nas artes manuais também não precisará se preocupar. As embalagens possuem um QR code, onde é possível acompanhar o passo a passo de como fazer os utensílios domésticos.

A simples ideia levou a Samsung a ganhar o CES 2020 Innovation Awards por “promover o uso eficiente de recursos”. Além disso, junto a revista britânica Dezeen, a empresa lançou uma competição global de design cujo intuito foi encontrar os designs mais exclusivos e práticos feitos com as caixas de papelão.

caixas de papelão

Os vencedores ainda não foram escolhidos, mas abaixo você confere os 5 finalistas que concorrem ao prêmio:

Sarah Willemart e Matthieu Muller criaram brinquedos em forma de animais para crianças. Sem cola, cada unidade foi criada usando apenas as dobras existentes na embalagem.

Os animais de papelão podem servir como banquinhos, mesas de desenho e “esconderijos secretos”.

André Cardoso criou um cavalinho de balanço.

Pensado para crianças de 3 a 5 anos, foram levados em consideração a espessura, rigidez e flexibilidade para garantir um objeto estável e resistente.

Já Akhil Kumar criou uma cesta.

Com apenas dois painéis de papelão cortados e dobrados, ele criou um utensílio útil para o armazenamento de objetos.

Revaz Berdzenishvili também criou uma unidade para armazenamento.

Em forma de degraus e feita sem cola, pode ser usada para exibir objetos ou escondê-los em gavetas.

Por fim, Abigail Whitelow criou um sistema modular de armazenamento.
Composto por seis módulos, esta proposta é facilmente adaptado para configurações diversas, como mesa de centro, aparador e prateleiras.

Ainda não há previsão de quando as caixas moldáveis da Samsung sejam disponibilizadas no Brasil. Entretanto, com as ideias acima certamente é possível se inspirar para reaproveitar de caixas de papelão comuns encostadas em casa.



Fonte: CicloVivo - Marcia Sousa



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

“Comida de humanos” pode até matar os pets! Veja os riscos dessa prática

Leia Mais