Evite o Desperdício

Calor ou frio intenso contribui para aumento no consumo de energia

Compartilhe:     |  3 de fevereiro de 2019

Veja dicas de como economizar energia elétrica em casa durante os períodos de verão e inverno

As altas temperaturas deste verão fizeram com que muitas famílias recorressem a aparelhos de ar con­dicionado e ventiladores para amenizar o calor. O consumo de energia em todo o país cresce nos meses mais quentes devido ao uso destes equipamentos, por isso é preci­so tomar algumas precauções para evitar sustos com a fatura de energia elétrica. Em Campo Largo é no inverno que são re­gistrados os recordes de consumo de energia, mas a cada ano o consumo no verão vem aumentando.

O diretor técnico da Companhia Campolarguense de Ener­gia – Cocel, Carlos Conrado Krzyzanovski, explica que em perí­odos com temperaturas extremas – muito altas ou muito baixas – o consumo de energia é maior. “Historicamente os recordes de consumo de energia ocorrem nos meses mais frios, entre junho e agosto, devido ao uso de aquecedores – equipamen­to que está presente num grande número de casas do municí­pio. Mas o uso de aparelhos de ar condicionado – que era muito pequeno até poucos anos – vem crescendo e com isso com o consumo de energia também aumenta”, conta o diretor.

Krzyzanovski orienta os consumidores a verificarem a po­tência dos equipamentos antes de adquirir, para que tenham consciência sobre qual o consumo de energia e sobre quanto o uso vai impactar na fatura mensal: “tanto condicionadores de ar quanto aquecedores são equipamentos de grande potência, e quanto maior a potência maior o consumo de energia”.

  Como calcular o consumo de cada equipamento

Para calcular o consumo dos equipamentos é neces­sário saber a potência (esta informação deve ser disponi­bilizada na embalagem, medida em watts). Quanto maior a potência, maior o consumo de energia.

Para saber quanta energia cada equipamento conso­me no mês a conta é bastante simples. Basta multiplicar a potência em Watts, pelas horas utilizadas ao dia e o núme­ro de dias que o aparelho foi utilizados por mês. Esse valor deve ser dividido por 1000. O resultado é o consumo men­sal, em kWh. Por exemplo, se uma família utiliza um condi­cionador de ar com 1350 W de potência, 8 horas por dia, 20 dias no mês, o cálculo do consumo será: x 8 x 20 / 1000 = 216. O aumento de consumo desta família devido ao uso do aquecedor será de 216 kWh no mês (que equivale a aproxi­madamente R$ 210,00).

É importante ressaltar que o consumo pode variar de acordo com as condições de uso do equipamento e das ins­talações elétricas. No caso dos condicionadores de ar, tam­bém é importante adquirir um equ

Como evitar desperdício de energia ao utilizar aparelhos de ar condicionado

A Empresa de Pesquisa Energética (EPE) divulgou os resultados de uma pesquisa que mostra que o consumo de energia elétrica por condicionadores de ar em residências triplicou nos últimos 12 anos. Como são equipamentos de grande potência, o uso do ar condicionado pode represen­tar aumento significativo na fatura de energia elétrica das fa­mílias.

Ao adquirir este tipo de equipamento é preciso estar consciente que o consumo de energia é elevado, mas al­guns cuidados podem evitar desperdícios:

Não deixar portas e janelas abertas em ambiente com ar condicionado ligado;

Manter os filtros limpos;

Diminuir ao máximo o tempo de utilização do aparelho de ar condicionado;

Colocar cortinas nas janelas que recebem sol direto;

Optar por equipamentos que tenham o selo Procel de eficiência energética;

Seguir as orientações do fabricante ao fazer a instala­ção do equipamento;

Evite desligar e ligar com muita frequência (se for se au­sentar do ambiente por intervalor curtos, de até 30 minutos, o ideal é deixar o equipamento ligado).

Dicas de economia para o ano todo

Verifique se as instalações elétricas do imóvel estão em boas condições e se são dimensionadas para toda a carga que está sendo utilizada.

Na dúvida, sempre opte por contratar um eletricista ha­bilitado para revisar as instalações.

Não utilize “Ts” ou “benjamins”.

Verifique se a tomada em que o equipamento será liga­do é compatível (a maior parte dos aparelhos de maior po­tência precisa de tomada de 20 ampères, maiores que as tradicionais).

Antes de ligar um equipamento, verifique se não há al­gum dano, como descascados no cabo ou isolação com de­feito. Se houver, não utilize.

Opte por equipamentos mais eficientes, com nota “A” do Selo Procel.

Aproveite a luz natural.



Fonte: Folha de Campo Largo



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Colecionadores de fãs, os siameses são inteligentes, comunicativos e brincalhões. Conheça curiosidades da raça

Leia Mais