Notícias

Canadá faz investimento milionário na indústria das carnes vegetais

Compartilhe:     |  25 de junho de 2020

A indústria de carne vegetal canadense recebeu um investimento de US$ 100 milhões para a produção de proteínas livres de crueldade animal. A financiamento multimilionário foi anunciado pelo primeiro-ministro Justin Trudeau em benefício da empresa Merit Functional Foods, sediada em Winnipeg.

Os novos recursos serão investidos na construção de uma nova base de produção de proteína vegetais em escala comercial. A nova planta possibilitará que mais de 10 mil toneladas de ervilha amarela e 17 mil toneladas de sementes de canola sejam processadas para a produção de carnes vegetais.

Trudeau comemora a produção de alternativas à carne e criação de mais postos de trabalho. “À medida que as pessoas ao redor do mundo começam a comer mais produtos à base de plantas, temos a oportunidade de reunir inovação e culturas canadenses e a chance de criar empregos bons e bem remunerados”, disse.

A ministra da Agricultura, Marie-Claude Bibeau, celebra a nova fase da economia canadense. “As tecnologias e inovações agrícolas fabricadas no Canadá da Merit Functional Foods não apenas nos proporcionam uma vantagem competitiva no mercado global, mas também estão criando empregos e agregando valor às mercadorias de nossos agricultores”, afirma.

Expansão

O mercado global de alternativas vegetais está crescendo. Pesquisadores dizem que chegará a US$ 35,54 bilhões em 2024. O setor de alimentos veganos do Canadá também está crescendo e sofreu uma mudança notável nos últimos anos. Segundo o Conselho Nacional de Pesquisa do Canadá, o mercado de proteínas alternativas deve crescer 14% ao ano até 2024.

Isso representa até um terço de todo o mercado de proteínas do país. Mais de 40% dos canadenses adotaram hábitos alimentares flexitários, motivados pela saúde e sustentabilidade. Para atender à crescente demanda por proteínas à base de plantas, o governo canadense anunciou um investimento de US $ 150 milhões em proteínas vegetais em 2018.

Os fundos foram destinados a promover a pesquisa da agricultura vegetal. Isso inclui leguminosas como grão de bico, ervilha, lentilha e feijão.



Fonte: Anda



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

“Comida de humanos” pode até matar os pets! Veja os riscos dessa prática

Leia Mais