Notícias

Candidíase: saiba que alimentos evitar e quais devemos consumir

Compartilhe:     |  5 de janeiro de 2021

Escolhendo bem o que incluir nas suas refeições, o risco da infecção será reduzido

A candidíase é causada por um fungo chamado Candida albicans, naturalmente presente em nosso corpo, porém, quando em excesso na microbiota vaginal, esse fungo causa coceira, ardência e corrimento. Poucas mulheres conhecem os fatores que podem levar a esse quadro. Entre eles, podemos citar o estresse, a queda da imunidade e a má alimentação.

No caso da dieta, deve-se evitar principalmente o excesso de açúcar, o alimento favorito da Candida. “E por açúcar, entendemos não só o açúcar branco e os doces, mas também as farinhas refinadas como o pão branco, massas brancas e afins”, explica a nutricionista Fernanda Lopes.

Também é importante reduzir o consumo de bebidas alcoólicas, bem como de leite e derivados, uma vez que a lactose também pode alimentar o fungo. Fernanda também orienta ter atenção às frutas secas e oleaginosas, como as castanhas, por exemplo. “Elas são super nutritivas, mas também são alimentos que sofrem com alta contaminação por estes microrganismos”, explica.

O que evitar

Bebidas alcoólicas
Amendoim e outras oleaginosas
Carnes processadas
Proteínas animais
Tomate
Uva-passa
Açúcar
Carboidratos simples

Por outro lado, há certos alimentos que ajudam a manter o equilíbrio necessário para evitar a candidíase. A dieta ideal precisa focar em alimentos antifúngicos, como o gengibre e o alho, e incluir os probióticos.

E o que incluir? Além de uma alimentação saudável e equilibrada, pobre em carboidratos refinados e açúcar, podemos focar em alimentos antifúngicos como o gengibre, o alho, o óleo de coco, orégano, semente de abóbora, própolis e também trabalhar em conjunto com probióticos e outros manipulados.

O que comer:

Vegetais folhosos
Salsinha
Coco (óleo de coco, água e polpa)
Alho
Gengibre e cúrcuma
Frutas vermelhas
Probióticos (iogurte, Kombucha e Kefir)
Semente de abóbora
Própolis

Outras dicas para evitar candidíase

– Não usar medicamentos sem orientação médica;
– Evitar o uso de calças apertadas, calcinhas e meias-calças de tecidos sintéticos;
– Não ficar muito tempo com maiô ou biquíni molhado;
– Realizar higiene adequada da região genital, com sabonete neutro;
– Secar bem a pele depois do banho e não permanecer muito tempo com roupas úmidas;
– Não usar absorventes e papel higiênico perfumado todos os dias;
– Use camisinha: embora a candidíase não seja considerada DST, ela pode ser transmitida por meio do contato sexual, principalmente para as genitálias e boca.



Fonte: Catraca Livre



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Estresse passa do dono para o cachorro

Leia Mais