Trilhas da Paraíba

Capim

Compartilhe:     |  9 de março de 2019

O município de Capim fica na Zona da Mata Paraibana, especificamente na microrregião do Litoral Norte, a 72 km da Capital (João Pessoa). Tem uma área territorial de 78.17 Km² e limita-se com os municípios de Santa Rita (28 km), Sapé (23 km), Cuité de Mamanguape (9,5 km), Itaporoca (15 km), Mamanguape (9 km) e Rio Tinto (15 km).

Com relação ao clima, temperatura média anual desse município oscila em torno de 26°C. Já a vegetação existente no local é a Pioneira, Campos e Mata de Restingas, Manguezais e Mata Úmida.

Capim é uma cidade pacata e muito bonita, calma, boa para se morar, tem uma boa localização. É cortada pela rodovia PB-041 e fica entre duas famosas cidades da Paraíba que é Sapé e Mamanguape. A distância para Sapé é de 20 Km e para mamanguape é de apenas 10 km.

Capim tem bonitas praças, além de muitos canaviais para fazer um ótimo “rali”. Se quizer um lazer tem um ótimo lugar para tomar banho que é o “Açude de Alagamar” que se emcomtra na destilaria Miriri. É um belo açude com águas limpas e geladinhas, boa para tirar a fadiga. Tem ainda uma área verde, onde se respira um ar puro. Se você não conhece Capim, venha conhecer. Você não vai se arrepender

História

A história de Capim começou na primeira metade do século XIX, sua emancipação proporcionou-se no dia 29 de abril de 1994, sendo sua instalação no dia 01 de janeiro de 1997. Os portugueses iniciavam o aldeamento dos índios Potiguares e o levantamento de engenhos, quando se deu as invasões Holandesas causando abandono da aldeia que seria a sede da região. Ali se estabeleceram os jesuítas e reconstruíram a antiga aldeia dos índios, que foi acrescida de colonos portugueses.

Portal de Entrada de Capim – PB

A cidade de Capim, emancipada há pouco mais de uma década, orgulha-se de ter 70% do seu território ocupado com a cana-de-açúcar, uma cultura muito valorizada nos nossos dias pelo seu apelo ecológico.

>Com a intenção de ter a cidade marcada como a terra da cana-de-açúcar, foi encomendado o portal de entrada da cidade, a ser executado no início da estrada estadual que a acessa, próximo à BR-101, no sentido Mamanguape – João Pessoa.

Com materiais simples, o pórtico será construído em alvenaria e concreto e revestido com pastilhas brancas, para destacar-se na paisagem. Seu vão é vencido por uma treliça simples metálica, revestida com varões de alumínio anodizado, que com iluminação noturna dará um tom quase dourado ao pórtico.

Sem nenhuma pretensão teatral, bastante comum nesse programa, o portal de Capim destaca-se pelo desenho simples e econômico, sem perder a monumentalidade exigida pelo objeto.

 



Fonte: Famup - Férias Tur



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Primeiros socorros: o que fazer quando o seu pet precisa de ajuda

Leia Mais