Notícias

Capivaras lutam para sobreviver sob espumas poluentes em São Paulo

Compartilhe:     |  18 de julho de 2018

Imagens registradas pelo fotógrafo Edijan Del Santo, da EPTV, emissora afiliada da Rede Globo no interior de SP, denunciam o impacto das atividades humanas nos habitats dos animais silvestres.

As fotos mostram capivaras, mamíferos roedores nativos, tentando sobreviver buscando abrigo em pedras enquanto uma grande quantidade espumas poluentes tomam o Rio Piracicaba. A substância cobriu toda a água.

Foto: Edijan Del Santo/EPTV

A Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) informou que a espuma contém substâncias surfactantes (detergentes) e podem ter como origem o despejo de esgotos domésticos. As informações são do portal G1.

A presença da espuma, que a primeira vista pode ser considerada inofensiva, pode trazer um grande prejuízo ao meio ambiente, pois interfere diretamente em todo um ciclo biogeoquímico e pode afetar a população vegetal e animal do entorno.

Foto: Edijan Del Santo/EPTV

Animais como capivaras, devido a perda maciça de seus habitats, forçosamente se viram obrigadas a dividir seus lares com os seres humanos. Foram reduzidos a pequenas ilhas naturais e sofrem diretamente o impacto das ações humanas.



Fonte: Anda



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Lei que proíbe piercings e tatuagens em animais é sancionada no Distrito Federal

Leia Mais