Espaço Animal

Características da inteligência canina: curiosidades que você precisa saber (estudo)

Compartilhe:     |  7 de março de 2021

Quais são as características da inteligência canina ? Este termo se refere à capacidade do cachorro de entender o mundo ao seu redor, coletando e memorizando informações sobre ele. Ou seja, é tudo o que forma o seu patrimônio de conhecimentos e que, de fato, permite que ele resolva problemas e saiba como se comportar em situações específicas.

Não há dúvida de que os cães são animais inteligentes. O que os torna especiais e até diferentes de outros animais de estimação, como gatos por exemplo, são as habilidades intelectuais que herdaram de seus ancestrais, ou seja, os lobos. Animais que sempre viveram em rebanhos e que, ao longo da evolução, aprenderam a reconhecer e compreender as hierarquias sociais.

Mas também são quadrúpedes que, graças à domesticação subsequente, aprenderam a ler e decifrar a linguagem corporal e os comandos de voz dos seres humanos.

Características da inteligência canina

antibiótico humano para cachorro

Cão com sua tutora – Foto: Freepik

Costumamos dizer que o cachorro é um animal inteligente baseado em sua capacidade de aprendizado. E de fato nesse sentido ele é realmente. Ele pode entender e aprender os comandos e a educação dada pelo ser humano, mas isso basta para falar sobre as características da inteligência do cão?

O discurso é muito mais amplo e com o passar do tempo tem sido objeto de inúmeros estudos de especialistas do mundo canino.

Na realidade, a capacidade de aprender não é uma indicação de inteligência ou habilidade intelectual em um amigo de quatro patas. Outros fatores desempenham um papel importante no sucesso de um treinamento e de um percurso educacional, além da habilidade do próprio cão.

Só para citar alguns exemplos, as recompensas e seu uso correto ( reforço positivo ) e também a constância e, em geral, o conhecimento do dono/treinador do seu cão influenciam.

Os cachorros são tão espertos quanto crianças

cãozinho sendo massageado

Cãozinho sendo massageado – Foto: Freepik

O psicólogo Stanley Coren fez uma das pesquisas mais interessantes (e discutidas) sobre as características da inteligência canina. O professor de psicologia da British Columbia (Canadá) ao longo dos anos coletou e continua coletando centenas de dados sobre o comportamento canino. Mas para que tudo isso?

O professor Coren analisou minuciosamente todos os dados coletados e chegou a uma conclusão verdadeiramente fascinante.

Ele afirma que a inteligência do cão é muito mais desenvolvida e complexa do que os donos acreditam que possa ser comparada à de crianças de 3 anos.

De acordo com Coren, cães e crianças dessa idade compartilham habilidades aritméticas básicas e podem aprender em média 165 palavras.

pênfigo em cães

Cãozinho – Foto: Freepik

Mas a partir deste estudo, o professor Coren ainda identificou vários tipos de inteligência canina, classificando-os assim:

Esta classificação, na verdade, não foi unanimemente aclamada por toda a comunidade científica. Muitos etologistas e estudiosos a contestaram veementemente e, além disso, nem mesmo concordam com a classificação das raças de cães de Coren com base em sua inteligência.

Além disso, você sabia que conversar com seus animais de estimação pode ser sinal de inteligência?

Inteligência do cão e capacidade de memorizar palavras

Mulher acariciando seu Border collie

Mulher acariciando seu Border collie – Foto: Freepik

O mundo dos animais quadrúpedes sempre foi objeto de estudos aprofundados, voltados justamente para descobrir tudo sobre esses fantásticos animais.

Muitos desses estudos e pesquisas dizem respeito exatamente às características da inteligência do cão.

Os pesquisadores, em essência, tentaram avaliar as habilidades intelectuais dos diferentes espécimes com base no número de palavras ou sinais que eles são capazes de interpretar e aprender.

A psicóloga animal Juliane Kaminski ativou uma equipe de especialistas para estudar esse aspecto no Border Collie. Em particular, eles estudaram Rico, um espécime desta raça que foi capaz de aprender mais de 200 palavras. Um verdadeiro recorde para um amigo de quatro patas!

A pesquisa em questão investigou as habilidades deste adorável cão e acabou por mostrar que Rico lembrava os nomes dos objetos mesmo depois de semanas.

Além disso, ele conseguia entender frases como “tira a meia”, entendendo o significado de cada palavra e não como um único som ou comando.



Fonte: Portal do Dog - por Handreza Hayran



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Veterinário dá dicas importantes de como cuidar de cães e gatos com a continuação do isolamento social

Leia Mais