Notícias

Caravelas na areia e no mar chamam atenção em praias do Grande Recife

Compartilhe:     |  22 de julho de 2020

A grande quantidade de caravelas no mar e na areia em praias da Região Metropolitana do Recife tem surpreendido e chamado a atenção de banhistas. Elas foram vistas em Candeias, em Jaboatão dos Guararapes; em Paulista e também em Ipojuca.

As caravelas são animais marinhos que têm células que, no contato com pessoas, provocam queimaduras na pele. Por isso, é aconselhável que os banhistas não se aproximem quando encontrá-las na água.

Caravelas vistas na areia da praia de Candeias, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife — Foto: Reprodução/TV Globo

Caravelas vistas na areia da praia de Candeias, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife — Foto: Reprodução/TV Globo

Elas aparecem na orla devido a mudanças na qualidade da água do mar e das correntes marinhas. O biólogo Robson Garrido orienta como proceder após ter contato com caravelas.

“A vítima não deve ser tratada, de forma alguma, com água gelada. Utilize a própria água do mar e, caso os tentáculos fiquem presos na pele, não usem nem as mãos nem areia do mar para retirar esses tentáculos, e sim um cartão magnético, desses tipo de banco, com auxílio da própria água do mar, e tente retirar esses tentáculos. Ou leve a um posto de guarda-vidas, que lá eles têm todo o aparato para resolver o problema”, explicou.

Biólogo Robson Garrido explica como agir após ter contato com caravelas — Foto: Reprodução/TV Globo

Biólogo Robson Garrido explica como agir após ter contato com caravelas — Foto: Reprodução/TV Globo



Fonte: G1 PE



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Doação de sangue em animais: como funciona e os requisitos para um animal ser doador

Leia Mais