Trilhas da Paraíba

Carrapateira

Compartilhe:     |  21 de dezembro de 2019

O município de Carrapateira fica localizado no Sertão Paraibano, na microrregião de Cajazeiras. Limita-se com os municípios de Aguiar (20 km), São José de Piranhas (24 km) e Nazarezinho (18 km). A temperatura média anual desse município oscila em torno de 27°C. Apresenta uma vegetação de Caatinga.

Histórico

Por volta de 1770, um senhor proveniente da cidade de Sousa/PB, por nome de Francisco Vieira da Silva chega a estas terras. Ao chegar, vendo a fertilidade das mesmas, começou a desbravá-la para construir sua casa (tapera), onde residiu com sua família. Partindo deste, foram chegando outros habitantes. Tais como as famílias: Galdino Braz, proveniente do município de São José de Piranhas; Pereira e Silva, vinda de Catolé do Rocha; Benedito vinda de Pombal; Bezerra e Ferreira de São José de Piranhas e Pedrosa do estado do Ceará.

Com o desenvolvimento econômico do local, que surgiu através da construção da capela de Santo Afonso em 1919, pelo esforço do padre Nicolau Leite, na época o então vigário de São José de Piranhas, que queria homenagear o seu sobrinho Afonso (in memória), juntamente com a população local.

O Sítio Carrapateira é elevado à categoria de vila pelo então prefeito de São José de Piranhas Malaquias Barbosa, ocasião esta da construção das primeiras ruas em 01 de fevereiro de 1937.

Sua evolução como povoado foi lenta, justificada pela sua localização entre serras e de difícil acesso.

A primeira feira livre foi no dia 15 de fevereiro de 1937, uma feira grandiosa que reunia pessoas das cidades e sítios vizinhos para compra de cereais e carnes.

Em 1938 foram abertas as primeiras lojas de tecidos. Também foi criado o primeiro – e único até hoje – Cartório de Registro Civil de Carrapateira.

Foi iniciada em 1945, a construção de um mercado público pelo prefeito interino de São José de Piranhas, Antônio Andrade e somente foi concluído em 1950, pelo prefeito Nelson Lacerda.

Com esses avanços econômicos e outros fatores políticos, o distrito de Carrapateira é elevado a categoria de cidade no dia 11 de dezembro de 1961, pelo então governador Pedro Gondin.

Pontos Turísticos

Cachoeira do Valença

Localização: Sítio Barbedo

A Cachoeira do Valença está situada a aproximadamente 4 km, no Sítio Barbedo, município de Carrapateira. É uma ótima opção de lazer e ideal para os amantes da natureza e para aqueles que gostam de aventuras.

Ao longo do percurso é possível realizar caminhada ecológica por trilhas com trechos de mata nativa preservada e, além de uma vegetação típica do semiárido nordestino, muitas árvores centenárias.

Para os que curtem os esportes radicais, a cachoeira com suas sete quedas é perfeita para a prática de rapel e alpinismo, no entanto, recomenda-se aos esportistas o uso de equipamentos de segurança. Como é sazonal, a sua beleza exótica pode ser melhor contemplada entre os meses de janeiro e junho.

Cachoeira Cristalina

Localização: Sítio Riacho da Cachoeira

Cachoeira de águas cristalinas em meio a uma área verde. Visitar Carrapateira é realizar um passeio inesquecível, especialmente para quem busca tranqüilidade e diversão, conjugadas com paisagens de beleza rara, além de um ingrediente característico: a hospitalidade de um povo que adora receber visitantes.

A cidade impressiona pela localização geográfica, uma vez que, cercada por serras, durante o período chuvoso, que se estende de dezembro a junho, aproximadamente, podemos apreciar um dos mais belos cartões postais, com a predominância de um verde exuberante, de norte a sul e de leste a oeste.

Um dos principais atrativos são as lindas cachoeiras sazonais, dentre elas, a Cachoeira Cristalina, localizada a poucos quilômetros da cidade e que ganhou lugar de destaque como atração turística pelo cenário exótico, excelente para conhecer a vegetação, observar as formações rochosas e as fortes águas que descem dos paredões rochosos, refrigerando o ar e convidando-nos para um banho refrescante. A flora local inclui uma variedade de espécies como mandacarus, juazeiros, anjicos, jurema, pereiro, entre outros, típicos do clima semi-árido nordestino, onde habita uma diversidade de animais. Ideal para os amantes da natureza, a Cachoeira Cristalina oferece aventura, ecoturismo, diversão e um delicioso banho. Para isso é necessário escolher bem o período do ano já as suas águas secam em determinados meses.



Fonte: Famup - Site oficial da PMC



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

PETA quer banir o uso do termo “animal de estimação” por ser depreciativo para os animais

Leia Mais