Notícias

Centro Especializado em Reabilitação transforma realidade do Sertão com quase 15 mil atendimentos

Compartilhe:     |  18 de junho de 2019

O Centro Especializado em Reabilitação (CER IV), localizado no município de Sousa, comemora os quase 15 mil atendimentos realizados até o mês de maio. Desde que iniciou suas atividades, no começo deste ano, o equipamento já efetuou 1.112 consultas médicas, 3.716 consultas multiprofissionais e 10.140 procedimentos de reabilitação. A marca representa um novo momento para a saúde dos usuários de toda a região. O Instituto Acqua, por meio de parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SES) da Paraíba, administra o CER IV.

Para o diretor da unidade, Diógenes Ferreira, o equipamento é uma semente de esperança na vida das pessoas com deficiência em Sousa e toda região. “São 89 municípios próximos que estão dentro da nossa área de cobertura e que sua população tem aqui no CER IV a referência de um atendimento de qualidade, para terem uma vida com mais saúde, sem que precisem de grandes deslocamentos para receber os cuidados necessários”, enfatizou.

A estudante Pollyanne Maciel relata que o atendimento de excelência do CER IV fez com que ela e sua família se mudassem da cidade de Orós, no estado do Ceará, para a Paraíba em busca de tratamento do filho de 4 anos. “Nós pagávamos um plano de saúde no Ceará e não tínhamos um atendimento tão bom quanto aqui. Hoje vivemos em Cajazeiras [distante 45 km de Sousa], aqui na Paraíba, para manter o tratamento do nosso filho no CER, e seguir com o trabalho do meu marido em Orós”, relatou. Ainda sem diagnóstico definitivo, o menino já participa de atividades de psicologia, fonoaudiologia, terapia ocupacional e arteterapia como estímulos para seu desenvolvimento.

O diretor-clínico do CER IV, Luiz Rustenes Fernandes, explica que o atendimento humanizado feito na unidade é um dos grandes atributos capazes de buscar o diagnóstico preciso e a reabilitação integral dos usuários. “Em algumas situações, principalmente relacionadas à deficiências intelectuais, o diagnóstico nem sempre é fácil, mas temos uma equipe com diversos especialistas para encontrar as respostas. E, por outro lado, contamos com profissionais de diversos ramos, para estimular a reabilitação dos usuários tão logo possível”, esclareceu o médico.

Estrutura – O Centro de Reabilitação foi projetado para atender pessoas com os mais diversos tipos de deficiência, sem que precisem se descolar para Campina Grande ou João Pessoa, em busca de diagnóstico e tratamento adequado. São 4.000 m² de área, com espaços de atenção ambulatorial especializada em reabilitação, atendendo usuários encaminhados pela rede básica de saúde, por hospitais e também os que chegam por conta própria.

A unidade de saúde possui equipe médica com especialidades em clínica geral, neurologia, oftalmologia, ortopedia, otorrinolaringologia, psiquiatria e pediatria. Além de um grupo de trabalho multiprofissional composto por arteterapeuta, assistente social, educador físico, enfermeiro, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, nutricionista, psicopedagogo, psicólogo e terapeuta ocupacional.



Fonte: Secom-PB



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Problemas de saúde mais típico das raças

Leia Mais