Notícias

Centro põe na internet 50 anos de imagens de primatas ameaçados

Compartilhe:     |  1 de agosto de 2014

O centro de pesquisas sobre lêmures da Universidade de Duke, nos EUA, disponibilizou na internet uma base de dados de 48 anos sobre a vida de milhares destes primatas em risco de extinção.

Os visitantes podem baixar e conhecer os dados de cerca de 3,6 mil animais, a maior e mais diversa coleção de lêmures fora de Madagascar, segundo o centro.

A base de dados pode ser acessada neste link: http://datadryad.org/resource/doi:10.5061/dryad.fj974.

As informações cobrem todos os estágios da vida dos lêmures, do nascimento à velhice. Além de lemuroides, a coleção também contempla lóris e gálagos – todos da família Strepsirrhini e que antecedem os macacos e os símios. Vários deles estão ameaçados de extinção.

O centro promove a pesquisa científica, a conservação e a disseminação de informação sobre essas espécies, na esperança de que o compartilhamento de dados beneficie os animais em cativeiro e proteja os que vivem na natureza.

Esta foto mostra Lulu e Willow, um par de gêmeos de lêmur-de-cauda-anelada (aqui, pendurados na cauda da mãe Sprite) nascido em março de 2014. Reunida, a população do Duke Lemur Centre é a maior coleção do mundo sobre estes primatas ameaçados de extinção.  (Foto: Duke Lemur Centre/ BBC)Esta foto mostra Lulu e Willow, um par de gêmeos de lêmur-de-cauda-anelada (aqui, pendurados na cauda da mãe Sprite) nascido em março de 2014. Reunida, a população do Duke Lemur Centre é a maior coleção do mundo sobre estes primatas ameaçados de extinção. (Foto: Duke Lemur Centre/ BBC)
O centro de estudos sobre lêmures da Universidade de Duke, nos EUA, disponibilizou na internet uma base de dados de 48 anos sobre a vida de 3,6 mil destes primatas. Na imagem, os estágios de vida de um sifaka diademado.  (Foto: Duke Lemur Centre/ BBC)O centro de estudos sobre lêmures da Universidade de Duke, nos EUA, disponibilizou na internet uma base de dados de 48 anos sobre a vida de 3,6 mil destes primatas. Na imagem, os estágios de vida de um sifaka diademado. (Foto: Duke Lemur Centre/ BBC)


Fonte: G1 - BBC



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Cadela cega explorada para reprodução é salva e se torna amiga de menino com deficiência

Leia Mais