Notícias

China diz que testes têm mostrado que vacina para peste suína africana é segura

Compartilhe:     |  11 de junho de 2020

Uma vacina chinesa contra peste suína africana tem mostrado ser segura em testes clínicos atualmente em andamento, disse a agência estatal de notícias Xinhua nesta quarta-feira (10), em mais um passo para prevenção da doença que devastou milhares de suínos no país.

O progresso na vacina tem sido acompanhado por criadores de porcos na China e no mundo, uma vez que no momento não há cura ou vacina disponíveis contra a peste suína africana.

A doença, que mata quase todos suínos infectados, devastou o enorme plantel de porcos da China desde que foi registrada no país em 2018 e ainda tem gerado mortes de animais por lá e em outros lugares da Ásia.

Inclusive, o avanço da doença pela China fez com que o país importasse mais carnes de outras partes do mundo, tornando-se o principal comprador das proteínas animais do Brasil desde 2019.

Em publicação em março, pesquisadores chineses do Instituto de Pesquisa Veterinária Harbin, parte da Academia Chinesa de Ciências Agrícolas (CAAS), disseram que haviam desenvolvido uma vacina “viva” atenuada segura e eficaz contra a peste suína africana em testes de laboratório.

Os testes clínicos foram aprovados em março e estão em andamento desde então em 3 mil porcos, disse a Xinhua, que citou uma entrevista coletiva da CAAS.

Os testes em três fazendas nas províncias de Heilongjiang, no nordeste, em Xinjiang, ao oeste, e na província central de Henan começaram em etapas entre abril e junho.

Até agora, os porcos vacinados se mostraram saudáveis, disse a Xinhua, sem problemas com abortos ou diferenças no tamanho da ninhada quando comparados a um grupo controle. Os porcos vacinados também não estão perdendo nem transmitindo o vírus, acrescentou.



Fonte: Agro



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

“Comida de humanos” pode até matar os pets! Veja os riscos dessa prática

Leia Mais