Notícias

Chitas são alvos de traficantes e exploradas como animais domésticos

Compartilhe:     |  9 de dezembro de 2020

Chitas são animais elegantes, velozes e possuem uma pelagem incrível e marcante. Elas podem correr até 75 quilômetros por hora, é um dos animais mais impressionantes do mundo, mas vê-los na natureza, em toda sua liberdade e esplendor, não é o suficientes para traficantes e pessoas egoístas. Chitas bebês estão sendo roubadas de suas famílias, privadas de seus habitats e enclausuradas para servir aos desejos egoístas de seres humanos.

O valor dos filhotes pode chegar a até 10 mil dólares (cerca de R$50.000). Ter uma animal da espécie em casa, em muitos países, é considerado um símbolo de status, principalmente entre em as famílias mais ricas do Golfo Árabe. Os guardiões destes animais costumam sedá-los e explorá-los para sessões de fotos em grandes mansões, carros de luxo e ao lado de mulheres, como um símbolo de poder e masculinidade.

Pixabay

Também não é incomum o compartilhamento de fotos mostrando crianças e chitas interagindo com a hashtag #petcheetah. Quando mais esse tipo de imagem é exposta em redes sociais, mais fomenta e incentiva o comércio tráfico de chitas. Há investigações que apontam até que traficantes estão explorando fêmeas em cativeiro para ter maior quantidade de filhotes para vender seja na internet ou em feiras ilegais. A demanda é crescente.

Animais selvagens não podem e não devem ser domesticados. Eles exercem funções básicas e essenciais em seus habitats e não são capazes de se acostumar com o convívio humano, pois têm instintos desenvolvidos e podem reagir ao menor sinal, causando acidentes e tragédias. Em cativeiro, eles rapidamente exibem sinais de estresse, depressão e podem reagir de forma agressiva quando se sentem frustrados.

Extinção

A destruição dos habitats, a ação humana, a caça e o tráfico de animais estão levando chitas à extinção. Atualmente, há menos de 10 mil chitas vivendo na natureza.



Fonte: Anda - Bruna Araújo



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Estresse passa do dono para o cachorro

Leia Mais