Notícias

Ciclistas respiram mais poluição do que quem vai dentro do carro

Compartilhe:     |  22 de Maio de 2015

Embora mais expostos à poluição, os ciclistas são, ainda assim, menos sujeitos a morrer por doenças do que os motoristas. O risco de inspirar o ar poluído das cidades é, dizem várias pesquisas, um pouco maior para quem pedala (0,05% a mais de risco) do que para quem está dentro do carro. Mas, quando se consideram variáveis como os benefícios da atividade física, o risco da bicicleta cai, e compensa, com o passar do tempo, a “pequena vantagem” de quem dirige automóvel.

A conclusão está baseada em estudos recentes realizados na Europa, EUA, Austrália e Nova Zelândia, e reunidos pela pesquisadora Thais Mauad, do Departamento de Patologia da Faculdade de Medicina da USP, na apresentação “Bicicletas e Saúde”, sobre os riscos e benefícios dos modos bicicleta e carro. A professora, que integra o laboratório de poluição atmosférica da USP, participou este mês do evento “Mobilidade urbana em SP: ciclovias em debate”, no campus da FEI em São Paulo, onde discutiu o tema com outros especialistas.

Segundo Mauad, “ocorre que o minuto ventilatório do ciclista é maior, o que faz com que ele inspire um pouco mais de poluição”. Mas esse risco inferior a um por cento que pesa contra o ciclista é relativizado pelos benefícios obtidos com a atividade física. “Alguém que pedale com frequência tenderá a ser um adulto saudável. E com a idade, esse benefício à saúde aumenta. Pesquisas indicam um ganho de 2,5 anos a mais de vida de quem opta pelo transporte ativo”, avalia.

Mais ciclistas, mais segurança

Com mais bicicletas nas ruas, não somente a poluição e seu impacto negativo à saúde diminuem, como podem ser observadas melhorias na segurança urbana para quem pedala, o que influencia no aumento dos ciclistas. “O que se verificou em alguns estudos é que os países que têm mais bicicletas em circulação apresentam tendência de queda no número de acidentes fatais”, destaca a professora.



Fonte: Mobilidade Urbana Sustentável



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

PETA quer banir o uso do termo “animal de estimação” por ser depreciativo para os animais

Leia Mais