Notícias

Cientistas anunciam novidade no tratamento de lesões na medula

Compartilhe:     |  5 de dezembro de 2014

Nos Estados Unidos, cientistas anunciaram uma novidade promissora no tratamento de lesões na medula com perda dos movimentos.

O que o doutor Jerry Silver faz é ciência, mas o que fez ele virar notícia foi a perseverança. Nos anos 80, a equipe do pesquisador começou a desenvolver um remédio para regenerar células nervosas.

Por décadas, o trabalho deles foi ignorado. Até que nesta quinta-feira (4) a descoberta foi publicada na prestigiada revista científica Nature.

Nas lesões de medula espinhal, os pacientes perdem os movimentos porque os nervos se rompem e a informação enviada pelo cérebro não passa da área atingida.

Segundo os pesquisadores, um dos obstáculos à regeneração dessas células nervosas é uma espécie de cola se forma nas pontas e que impede que elas cresçam novamente.

O medicamento foi injetado em 26 ratinhos. E conseguiu dissolver essa cola. As células nervosas se regeneraram. Um terço dos ratos voltou a se locomover. E todos recuperaram a capacidade de controlar a bexiga.

Até agora, o medicamento funcionou em camundongos que acabaram de ter lesões na medula. Os cientistas querem saber se ele tem o mesmo efeito nos casos em que a lesão é antiga. Os testes agora serão feitos em animais maiores e só depois em humanos.

O pesquisador Bradley Lang diz que isso pode acontecer em três anos ou antes, se eles conseguirem mais financiamento.

O doutor Jerry Silver, que acreditou no tratamento há 30 anos, diz que está feliz, mas que a felicidade só será completa quando o remédio puder ser usado pelas pessoas.



Fonte: Jornal Nacional



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Estresse passa do dono para o cachorro

Leia Mais