Notícias

Cientistas anunciam o mais antigo sistema planetário já encontrado

Compartilhe:     |  29 de janeiro de 2015

Cientistas descobriram um sistema planetário que se formou numa fase ainda jovem do universo: há 11 bilhões de anos.

A sonda Kepler é uma espécie de caçadora de planetas. Já encontrou mais de mil desde que foi lançada pela Agência Espacial Americana, em 2009.

Graças à Kepler, os cientistas descobriram cinco planetas de uma só vez, na órbita de uma estrela. Eles formam pouco depois do surgimento do universo e temais de o dobro da idade da Terra.

O sistema é chamado de Kepler-444, em homenagem à nave da Nasa. Os planetas ficam a 117 anos-luz daqui e são rochosos, como a Terra. Mas estão próximo demais da estrela e, portanto, são muito quentes.

Uma ilustração mostra como a Terra está a uma distância muito maior do sol e é por isso que conseguimos viver aqui.

Apesar de o calor impedir a existência de vida como nós conhecemos no sistema Kepler-444, a descoberta animou cientistas. Eles acham que outros planetas parecidos e com condições mais favoráveis podem ter abrigado seres vivos muito antes de a Terra existir.

O português Tiago Campante liderou o time de cientistas responsável pelo estudo. “O que torna isto tão especial é a hipótese da existência de vida anciã na Via Láctea. Eu não estou a me referir a vida neste sistema específico, mas nada impossibilita a possível existência de vida em planetas que orbitem outras estrelas com uma idade semelhante”, diz o cientista.



Fonte: Jornal Nacional



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Estresse passa do dono para o cachorro

Leia Mais